Bem-vindo, CITRUS 7
TOTAL TRANSFERIDO BRL 1500,00 ECONOMIZADO BRL 44,00

07/07/2020 – Panorama de mercado semanal

07 de julho , 2020 | em #MeuCâmbio |

Análise Meu Câmbio

Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda a informação que precisa para escolher a melhor hora de realizar suas operações cambiais.

Cenário interno

Economia

  • Em meio às incertezas sobre os impactos da pandemia de coronavírus no país e no mundo, o mercado brasileiro mantêm a expectativa em relação a uma contração do PIB (Produto Interno Bruto) em 2020, segundo os dados do Relatório Focus divulgado dia 03/07 pelo Bacen. Seguem principais dados das medianas de mercado para 2020:
    • PIB: Queda de 6,50%
    • IPCA: 1,63%
    • Câmbio: R$/US$ 5,20
    • Selic: 2,00%
  • A Receita Federal identificou que as vendas registradas por meio de notas fiscais eletrônicas em todo País reagiram em junho e atingiram o maior patamar do ano, com uma média diária de R$ 23,9 bilhões. O crescimento chegou a 15,6% na comparação com maio e a 10,3% em relação ao mesmo mês do ano passado. Essas notas funcionam como um “termômetro” da atividade econômica porque registram negócios que ocorrem diariamente. Depois do fundo do poço observado em abril devido ao impacto da pandemia do novo coronavírus, o secretário da Receita, José Tostes, avalia que os dados do registro diário das notas fiscais em todas as regiões sinalizam o início de uma recuperação importante, embora ainda “aquém” do que o País precisa. O mais importante, segundo ele, foi a reversão da tendência de queda brutal de abril. (Fonte: Estadão)
  • A produção industrial brasileira avançou 7% na passagem de abril para maio deste ano, segundo dados da Pesquisa Industrial Mensal (PIM), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A alta, que é a maior desde junho de 2018 (12,9%), veio depois de duas quedas consecutivas, devido à pandemia do novo coronavírus: em março (-9,2%) e em abril (-18,8%). Em relação a maio do ano passado, no entanto, houve uma queda de 21,9%, o sétimo resultado negativo consecutivo neste tipo de comparação. A produção industrial acumula quedas de 8% na média móvel trimestral, de 11,2% no acumulado do ano e de 5,4% no acumulado de 12 meses. (Fonte: Isto é Dinheiro)
  • Mar calmo faz bom marinheiro? Quem conhece o velho ditado já sabe a resposta. Em meio à pandemia do coronavírus, a Bolsa de Valores movimentou R$ 25,9 bilhões por dia em 2020 no primeiro semestre, no maior valor diário da história do mercado acionário brasileiro. Esse resultado se estende para o volume financeiro total negociado nos seis primeiros meses do ano, que chegou a R$ 3,19 trilhões, equivalente a 84,6% do volume negociado em todo o ano de 2019, de acordo com dados Economática. (Fonte: Estadão)
  • O Ministério da Economia previu nesta quinta-feira que o déficit primário do setor público consolidado será de 828,6 bilhões de reais em 2020, equivalente a 12% do Produto Interno Bruto (PIB), numa piora frente ao patamar de 9,9% calculado antes. Para sua nova conta, a Secretaria Especial da Fazenda considerou uma retração de 6,5% para o PIB, retirada da pesquisa Focus do Banco Central com economistas. Antes, tinha levado em conta a projeção de queda de 4,7% para a economia, que segue sendo a estimativa oficial da pasta. A estimativa é que apenas as medidas para o enfrentamento à crise com o coronavírus terão um impacto no primário de 521,3 bilhões de reais, ante 417,7 bilhões de reais antes. No fechamento do ano, a expectativa é de que a dívida bruta subirá a 98,2% do PIB ao fim de 2020, também considerando um tombo do PIB de 6,5%, contra patamar de 93,5% do PIB calculado em maio. (Fonte: Reuters)
  • Os reajustes tarifários de 2020 na conta de luz dos consumidores podem ser quatro vezes menores graças ao socorro de R$ 16,1 bilhões ao setor elétrico, estimou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O órgão regulador informou que, com a injeção de recursos na chamada conta-covid — operação de empréstimo de um sindicato de bancos às distribuidoras de energia —, a média dos reajustes de tarifa aprovados até o fim do ano cairá de 12,6% para 2,9%. “Os valores podem variar de empresa para empresa. A estimativa considera a adesão de todas as distribuidoras de energia à operação de empréstimo”, explicou a Aneel. A agência exemplificou: nesta semana, a Aneel aprovou o reajuste da Enel São Paulo, que ficou em 4,23%. “Se não fosse a conta-covid, os clientes da empresa paulista pagariam um reajuste médio de 12,22%”, informou. A redução nos reajustes será possível porque a operação, coordenada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), permitirá às concessionárias diluírem custos ao longo dos 65 meses em que amortizarão a dívida. O valor total do empréstimo é de R$ 16,1 bilhões, mas cada empresa terá o seu limite. Na quinta-feira, a Aneel divulgou as condições dos empréstimos: taxa do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), mais 2,9% ao ano, o equivalente ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) mais 5,2%. O custo não agradou aos agentes do setor, que esperavam juros mais baixos. Para o presidente da Associação Brasileira das Distribuidoras de Energia Elétrica (Abradee), Marcos Madureira, a expectativa das empresas era de que o spread (diferença entre o custo de captação de recursos e a taxa de remuneração) fosse menor. “Por tudo o que tivemos em eventos anteriores, e pelo que foi o processo, esperávamos valores mais baixos”, disse.  Para efeitos de comparação, a operação de crédito realizada em 2014 para o setor elétrico, conhecida como conta ACR, teve taxa de IPCA mais 9,2% em sua primeira tranche e de IPCA mais 9,5% ao ano nas demais.  (Fonte: Correio Braziliense)
  • Mesmo com os impactos da pandemia da Covid-19 na economia e no comércio mundial, a balança comercial brasileira continua registrando saldo positivo. Em junho, o superávit foi de US$ 7,46 bilhões. Ou seja, as exportações superaram as importações. É o melhor saldo comercial para o mês de junho desde o início da série histórica, em 1989. Os resultados da balança comercial foram divulgados nesta quarta-feira (1) pela Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Economia. No mês de junho as exportações somaram US$ 17,912 bilhões e as importações, US$ 10,449 bilhões. Os valores tiveram queda em relação ao mesmo período do ano anterior de 12% nas exportações e 27,4% nas importações, pelo critério da média diária. O grande responsável pelo resultado positivo do mês é o agronegócio que teve crescimento de 23,8% este ano, quando comparado ao mesmo período do ano passado. (Fonte: gov.br)
  • O governo confirmou a prorrogação por dois meses do auxílio emergencial. O benefício de R$ 600 mensais será pago em julho e em agosto, mas o repasse deve ser feito em mais parcelas. Na tarde de ontem (30/06), o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o governo deve fazer o pagamento do auxílio em quatro vezes. Antes, o governo havia dito que os repasses seriam feitos em três etapas. Na prática, o valor total que será repassado nos dois meses não será alterado e somará, no fim, os R$ 1,2 mil planejados no período. Na avaliação do governo, porém, a divisão das parcelas será uma “aterrissagem inteligente”. Com essa mudança, o governo pretende passar a sensação de prolongamento do recurso para o beneficiário do auxílio emergencial. (Fonte: Estadão)
  • Não faltaram emoções para o investidor no primeiro semestre de 2020. Se a expectativa no início do ano eram recordes de pontuação para o Ibovespa, março chegou trazendo uma queda de 30% no principal índice da Bolsa de Valores. Com esse cenário de incerteza provocado pela ameaça do coronavírus, os investidores foram em busca de proteção para os seus investimentos. Em tempos de juros no piso histórico, o principal porto seguro foi o ouro, que acumulou valorização de 52,97% no período. O câmbio também registrou forte valorização. Em linhas gerais, quando a economia não está indo bem e o Ibovespa recua, ouro e dólar sobem. Esses são os chamados ativos de proteção ou de “hedge” por serem descorrelacionados com a Bolsa de Valores. Outro aspecto que justifica a busca por ouro e moedas estrangeiras, nesse período, é a questão da liquidez.  Entretanto, de acordo com os especialistas consultados pelo E-Investidor, serviço de finanças pessoais do Estadão, o melhor momento para o investimento em ouro e moedas estrangeiras fortes já passou e o segundo semestre deve trazer uma melhora substancial na conjuntura econômica global. Renda variável x renda fixa. Em quarto no lugar no ranking, com valorização de 1,75%, aparece o CDI, índice referência para as aplicações em renda fixa. A seguir entre os principais retornos do primeiro semestre de 2020 aparece a velha conhecida dos brasileiros, a poupança, com ganho 1,38% no primeiro semestre.  Somente na lanterna dos retornos vem o Ibovespa. Apesar da alta expressiva de 9,53% no melhor junho desde o ano 2000, a Bolsa ainda caiu 17,22% no semestre. (Fonte: Estadão)
  • A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (01/07) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 18/20, que adia as eleições municipais deste ano devido à pandemia causada pelo novo coronavírus. O placar de votação da PEC no segundo turno foi de 407 votos a 70. Pouco antes, no primeiro turno, foram 402 votos favoráveis e 90 contrários. Segundo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o texto será promulgado nesta quinta-feira (02/07), às 10 horas, pelo Congresso Nacional. (Fonte: Agência Câmara de Notícias)
  • Dados do BC mostram crescimento de aplicações de recursos de brasileiros em fundos e em ações no exterior. De janeiro a maio, investidores destinaram US$ 3,452 bilhões para fundos fora do País, ante US$ 791 milhões durante o mesmo período de 2019. As aplicações em ações somaram até maio US$ 707 milhões, quase dez vezes mais do que há um ano (US$ 74 milhões). Essas transferências são monitoradas pelo BC e incluídas no balanço de pagamentos do País. Com a taxa Selic em 2,25% ao ano, menor nível histórico, os investidores se movimentam para encontrar alternativas que ofereçam ganhos acima da inflação. Economistas observam que esse movimento pode elevar a pressão sobre as cotações do dólar e sobre a rolagem da dívida pública. Hoje, é possível encontrar fundos de investimentos a partir de R$ 1 mil. Especialistas, porém, alertam que é preciso estar atento a fatores como alterações cambiais e valor do spread. (Fonte: Estadão)

Emprego:

  • A nova Carteira Verde Amarela digital em estudo pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, vai permitir o registro por hora trabalhada de serviços prestados pelo trabalhador para vários empregadores. Não haverá cobrança de encargos trabalhistas, do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e da contribuição previdenciária. Guedes pretende fazer uma “ponte” de transição entre a assistência social do governo e os contratos regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Uma espécie de “rampa” para o trabalhador informal subir e entrar no mercado formal de trabalho. Na carteira, estará registrada a quantidade de horas que o trabalhador faz para cada empregador com a referência do salário mínimo. A proposta está sendo construída pela equipe econômica com apoio de estudiosos do assunto. (Fonte: Estadão)

No cenário externo:

  • A Argentina melhorou a oferta aos credores de sua dívida em dólares em cerca de 66 bilhões de dólares e estendeu a negociação até o final de agosto, a fim de alcançar um acordo crucial em meio à pandemia que está atingindo sua economia enfraquecida. “A nova oferta será anunciada hoje (domingo). Será aberta até o final de agosto. É um esforço enorme que estamos fazendo. É o esforço máximo que podemos fazer”, disse o presidente argentino Alberto Fernández à rádio Milenium. O vencimento das negociações com os credores de acordo com a lei estrangeira, iniciada em 20 de abril, estava prevista para 24 de julho. No entanto, o governo decidiu prorrogá-las pela sétima vez até 28 de agosto. A proposta deve primeiro ser publicada no Diário Oficial e depois arquivada na SEC (Securities Commission) em Nova York. Uma fonte do governo disse à AFP que a nova proposta de reestruturação “está perto de US$ 53” para cada papel de US$ 100. A primeira oferta teria sido de US$ 39 por ação de US$ 100 e foi rejeitada pela maioria dos credores. (Fonte: Isto é Dinheiro)
  • O turismo global pode perder US$ 1,2 trilhão, ou 1,5% do PIB mundial, se a interrupção de viagens e outras atividades no setor durar quatro meses por causa da pandemia da COVID-19. A estimativa foi divulgada pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) em relatório publicado nessa quarta-feira (1). A UNCTAD alertou que a perda poderia chegar a US$ 2,2 trilhões, ou 2,8% do PIB, em um cenário intermediário de freio no turismo internacional por oito meses. No cenário mais pessimista, com a persistência da suspensão das viagens e estadias por 12 meses, o órgão da ONU estima que o prejuízo aumentaria para US$ 3,3 trilhões, ou 4,2% do PIB global. O turismo é a espinha dorsal das economias de muitos países e o meio de sobrevivência para milhões de pessoas em todo o mundo, tendo mais do que triplicado – de US$ 490 bilhões para US$ 1,6 trilhão – nos últimos 20 anos, segundo a Organização Mundial de Turismo (OMT). Mas a COVID-19 interrompeu este crescimento, causando graves consequências econômicas em todo o mundo. (Fonte: ONU)
  • Os Estados Unidos abriram 4,8 milhões de vagas de trabalho apenas no mês de junho, segundo dados do relatório de empregos, conhecido como payroll, publicados nesta quinta-feira, 2, pelo Departamento do Trabalho do país. Como no mês passado, a leitura surpreendeu as expectativas do mercado e reforça a tese de uma recuperação econômica em curso. A mediana de analistas consultados pelo Projeções Broadcast apontava para criação de 3,7 milhões de vagas. A taxa de desemprego, por sua vez, caiu de 13,3% a 11,1% no mesmo intervalo, também surpreendendo a estimativa de queda a 12%, e a fatia da população dos EUA que participa da força de trabalho cresceu 0,7 ponto porcentual, para 61,5%. (Fonte: Isto é Dinheiro)
  • A inflação na zona do euro acelerou inesperadamente em junho mas o núcleo da alta dos preços perdeu força de novo, destacando os temores de que a inflação permanecerá anêmica por anos conforme o bloco se recupera da maior recessão na história. A inflação anual nos 19 países que usam o euro acelerou a 0,3% em junho ante a mínima de quatro anos de 0,1% em maio, superando a expectativa de estabilidade e sustentando a expectativa do Banco Central Europeu de que uma deflação pode ser evitada. (Fonte: Money Times)
  • A União Europeia confirmou que viajantes procedentes de países como Brasil, Estados Unidos e Rússia não poderão realizar visitas não essenciais ao bloco a partir de 01/07, quando será iniciada a reabertura externa depois de meses de quarentena. A decisão tentou balancear as preocupações sanitárias, políticas, diplomáticas e a necessidade de aquecer o turismo no continente. Para elaborar a lista, a UE examinou a situação da covid-19 em outros países, que deve ser semelhante ou melhor ao quadro europeu, assim como a tendência de surtos, ou a resposta geral à pandemia. Os EUA são o país mais atingido pela pandemia, com mais de 126 mil mortes e 2,6 milhões de infectados, seguidos pelo Brasil (59.656 mortes e 1,37 milhão de casos). (Fonte: Estadão)
  • A Alemanha iniciou sua presidência rotativa da União Europeia (UE) diante de desafios históricos, nesta quarta-feira (01/07), com uma advertência de Angela Merkel sobre o Brexit e sobre o risco real de um “não acordo”, uma situação que enfraqueceria ainda mais uma economia afundada pelo coronavírus. “Continuarei defendendo uma boa solução, mas nós, na UE, devemos nos preparar, caso não se conclua um acordo”, declarou a chanceler, diante dos deputados da Bundestag. Reino Unido e UE iniciaram na segunda-feira (29/06) cinco semanas de intensas conversas sobre seu relacionamento pós-Brexit, com a vontade comum de avançar para evitar um “no deal” (“não acordo”) potencialmente desastroso no final do ano. O Reino Unido deixou o bloco em 31 de janeiro, mas continuará aplicando as regras europeias até 31 de dezembro. Se um acordo não for alcançado até então, as normas da Organização Mundial do Comércio (OMC), com suas altas tarifas e controles alfandegários, serão aplicadas às relações comerciais entre os dois parceiros. O Reino Unido terá de “assumir as consequências” de uma relação econômica menos estreita com a UE ao final do processo do Brexit, já havia alertado Merkel no sábado. (Fonte: Isto é Dinheiro)

Dólar e aversão ao risco

(índice de volatilidade dos preços das opções do S&P 500)

O VIX trabalhou na última semana na média de 29,62. A volatilidade ainda continua muito alta, mas com valores abaixo do pico de 16/03 onde trabalhou na faixa de 82,60.

Perspectivas

A previsão do dólar para 2020

As expectativas dos 102 economistas consultados pelo Banco Central são:

  • Valor mínimo esperado: R$ 4,55
  • Valor médio esperado: R$ 5,22
  • Valor máximo esperado: R$ 5,80

Previsão para PIB

As expectativas dos 71 economistas consultados pelo Banco Central são:

Previsão para IPCA

As expectativas dos 116 economistas consultados pelo Banco Central são:

Dólar hoje:

No fechamento de 06/07, o dólar comercial operava em alta de 0,61% cotado a 5,3518

O Dólar Turismo neste mesmo horário era oferecido pela Meu Câmbio a R$ 5,63 + IOF.

Dólar / Real
PeríodoVariaçãoTaxa
06/jul/200,61%5,3518
Na semana-1,38%5,4265
No mês-1,38%5,4265
No ano33,40%4,0118

Euro hoje:

No fechamento de 06/07, o euro operava em alta de 1,19%, cotado a R$ 6,052.

O Euro Turismo neste mesmo horário é oferecido pela Meu Câmbio a R$ 6,381 + IOF.

Euro / Real
PeríodoVariaçãoTaxa
06/jul/201,19%6,0520
Na semana-0,72%6,0960
No mês-0,72%6,0960
No ano34,67%4,4940

Próximos eventos econômicos internacionais relevantes

DataHorárioMoedaEventoPrevisão AtualÚltima Previsão
WedJul 8TentativeEUREU Economic Forecasts  
 11:30amUSDCrude Oil Inventories -7.2M
 2:01pmUSD10-y Bond Auction 0.83|2.3
 4:00pmUSDConsumer Credit m/m-15.0B-68.8B
 10:30pmCNYCPI y/y2.5%2.4%
  CNYPPI y/y-3.2%-3.7%
ThuJul 93:00amEURGerman Trade Balance6.6B3.2B
 All DayEUREurogroup Meetings  
 9:30amUSDUnemployment Claims  
 11:00amUSDFinal Wholesale Inventories m/m-1.2%-1.2%
 11:30amUSDNatural Gas Storage 65B
 2:01pmUSD30-y Bond Auction 1.45|2.3
FriJul 103:45amEURFrench Industrial Production m/m15.2%-20.1%
 5:00amEURItalian Industrial Production m/m20.0%-19.1%
 10th-15thCNYM2 Money Supply y/y11.1%11.1%
 10th-15thCNYNew Loans1800B1480B
 9:30amUSDCore PPI m/m0.1%-0.1%
  USDPPI m/m0.4%0.4%

RELACIONADOS


28/07/2020 – Panorama de mercado semanal

Análise Meu Câmbio Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda a informação qu […] LEIA MAIS


21/07/2020 – Panorama de mercado semanal

Análise Meu Câmbio Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda a informação qu […] LEIA MAIS

Recentes


28/07/2020 – Panorama de mercado semanal

Análise Meu Câmbio Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda a informação qu […] LEIA MAIS


21/07/2020 – Panorama de mercado semanal

Análise Meu Câmbio Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda a informação qu […] LEIA MAIS