Bem-vindo, CITRUS 7
TOTAL TRANSFERIDO BRL 1500,00 ECONOMIZADO BRL 44,00

11/08/2020 – Panorama de mercado semanal

11 de agosto , 2020 | em #MeuCâmbio |

Análise Meu Câmbio

Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda a informação que precisa para escolher a melhor hora de realizar suas operações cambiais.

Cenário interno

Economia

  • Em meio às incertezas sobre os impactos da pandemia de coronavírus no país e no mundo, o mercado brasileiro melhorou a expectativa em relação a uma contração do PIB (Produto Interno Bruto) em 2020, em comparação à semana anterior, segundo os dados do Relatório Focus divulgado dia 07/08 pelo Bacen. Seguem principais dados das medianas de mercado para 2020:
    • PIB: Queda de 5,62%
    • IPCA: 1,63%
    • Câmbio: R$/US$ 5,20
    • Selic: 2,00%
  • Pelo segundo mês consecutivo, a balança comercial brasileira bateu recorde. Em julho, o país exportou US$ 8,06 bilhões a mais do que importou, segundo dados divulgados hoje (3) pela Secretaria de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia. Esse é o maior superávit para o mês desde o início da série histórica, em 1989. Ao todo, foram exportados US$ 19,56 bilhões em julho, enquanto o total de produtos e serviços importados fechou em US$ 11,50 bilhões. Os principais fatores para o resultado foram o bom desempenho dos produtos agropecuários – impulsionados pela maior demanda de países asiáticos e o real desvalorizado -, e a queda generalizada nas importações, como efeito da crise econômica causada pela pandemia de covid-19. (Fonte: EBC – Agência Brasil)
  • A compra de ações vem ganhando cada vez mais popularidade entre os investidores brasileiros e, no mês passado, um terço das alocações (33,6%) estavam nesses ativos, diretamente ou por meio de fundos, de acordo com levantamento da Fliper, aplicativo que agrega os investimentos do usuário de forma automática. As ações já ocupavam a liderança nas carteiras antes da propagação do novo coronavírus e, em 1º de março, representava 36,3% do total.  Com o aumento das incertezas com a pandemia de covid-19, o posicionamento em renda fixa teve ligeiro aumento, passando de 20,2% em março para 22,1% em julho. Com uma carteira mais diversificada, a parcela aplicada nos fundos multimercados subiu de 17,2% antes da pandemia para 19,2% no mês passado. Já o pedaço da carteira reservado aos fundos imobiliários encolheu de 10% para 8,5% e da renda fixa indexada à inflação passou de 8,3% para 7,6%. O mapa do dinheiro dos brasileiros durante a pandemia ainda contempla renda fixa prefixada, com 3,8%, conta corrente, com 3,31%, dólar, com 1,53% e ouro, com 0,44%. A pesquisa foi feita na base de usuários do aplicativo da Fliper, com mais de 100 mil contas de investimentos e R$ 10 bilhões de patrimônio mapeado. (Fonte: Valor Investe)
  • A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) teve alta de 0,36% em julho na comparação mensal, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (7). Este é o maior resultado para um mês de julho desde 2016, quando o IPCA foi de 0,52%. No ano, o indicador acumula alta de 0,46% e, em 12 meses, de 2,31%, acima dos 2,13% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em julho de 2019, a taxa havia sido de 0,19%. (Fonte: InfoMoney)
  • Após registrar saídas líquidas em janeiro e fevereiro, a poupança não para mais de registrar saldos positivos mensais desde março, quando o novo coronavírus chegou ao país. Em junho, bateu novo recorde, com os depósitos superando as retiradas em R$ 27,1 bilhões. É o maior volume para o mês desde 1995, início da série histórica, conforme dados do Banco Central divulgados nesta quinta-feira (06/08). No acumulado do ano, o saldo entre depósitos e retiradas ficou positivo em R$ 111,6 bilhões. Esse montante é 220% superior a total as entradas líquidas de 2019, que somaram R$ 34,8 bilhões. O volume do estoque total da poupança, incluindo o Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e a poupança rural, somou R$ 972,7 bilhões até o mês passado. Conforme dados do Banco Central esse volume é outro recorde histórico desde o início da série, superando o anterior, de junho de 2020. (Fonte: Correio Braziliense)
  • O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio brasileiro avançou 4,65% nos primeiros cinco meses do ano ante igual período de 2019, informou a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em nota, que calcula o indicador juntamente com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq-USP). De acordo com a CNA, o resultado foi puxado pela atividade primária (dentro da porteira), com expansão de 11,67% no período, em razão da alta de preços e da estimativa de aumento de produção. “Nos outros segmentos da cadeia global do agronegócio, os serviços registraram alta de 4,51%, enquanto os insumos subiram 1%”, diz a nota da entidade. Segundo a CNA, a alta de preços foi um dos fatores que impulsionaram o PIB tanto da agricultura quanto da pecuária. (Fonte: ISTOÉDinheiro)
  • Quase nove milhões de pessoas perderam o emprego no segundo trimestre deste ano, quando as medidas de contenção da pandemia de coronavírus foram mais rígidas no Brasil. O número de pessoas ocupadas caiu 9,6% no período, em relação ao trimestre anterior, o que representa 8,876 milhões a menos trabalhando. É a maior redução desde o início da série histórica, em 2012. Em relação ao segundo trimestre de 2019, o recuo foi de 10,7% (10 milhões de pessoas a menos), também um recorde. (Fonte: UOL)
  • O Produto Interno Bruto (PIB) encolheu 11,2% no segundo trimestre ante o primeiro trimestre de 2020, segundo a primeira prévia do Indicador de Atividade Econômica (IAE) de junho, divulgado nesta terça-feira, 4, pela Fundação Getulio Vargas (FGV). O tombo de abril foi o principal responsável pelo desempenho negativo no trimestre, já que, isoladamente em junho, o IAE registrou alta de 0,7% ante maio. Em relação ao segundo trimestre de 2019, a queda na atividade econômica apontada pelo IAE foi de 11,7%. “Em junho o recuo da atividade foi de 9,4%, na mesma base de comparação, resultado melhor do que o observado em maio (-12,7%). Com esses resultados, a taxa acumulada em 12 meses até junho chega a -2,2% e o acumulado no 1º semestre do ano a -5,8%”, diz a nota divulgada há pouco pela FGV. (Fonte: Seu Dinheiro)
  • Em mais um movimento para estimular a economia durante a crise provocada pelo novo coronavírus, o Banco Central cortou a Selic (a taxa básica de juros) pela nona vez consecutiva. Em decisão unânime, os dirigentes da autarquia citaram “incertezas” sobre a atividade para reduzir a taxa em 0,25 ponto porcentual, de 2,25% para 2% ao ano. Este é o menor juro básico já registrado no Brasil. Para os próximos meses, o BC sinalizou que os juros seguirão em níveis baixos, mas que há pouco espaço para novos cortes. A Selic no piso histórico reduz ganhos com aplicações financeiras, como a caderneta de poupança e os investimentos em renda fixa. (Fonte: Estadão)

Empresas:

  • O Mercado Livre tornou-se a maior empresa da América Latina em valor de mercado, segundo levantamento da consultoria Economatica. A empresa argentina dobrou de tamanho em 2020 com avanço do comércio eletrônico em meio à pandemia do novo coronavírus. Com valor equivalente a US$ 59,3 bilhões ao fim do pregão desta sexta-feira (7), o Mercado Livre registra valorização de 108,7% em relação ao seu valor em 1º de janeiro de 2020. Naquela ocasião, a empresa valia US$ 28,4 bilhões. No início do ano, a Petrobras era a líder do continente, com valor de mercado equivalente a R$ 101 bilhões. Depois da sequência de circuit breakers na bolsa brasileira, a Vale assumiu o topo da lista, que mantinha na maior parte dos pregões até esta semana. Com a nova configuração, a empresa argentina (originalmente, Mercado Libre) é a única entre as 20 maiores da região, de acordo com essa métrica. O Brasil tem 13 companhias na lista, enquanto o México tem quatro. Colômbia e Peru tem uma. (Fonte: G1)
  • Após passar por um processo de encolhimento no governo de Michel Temer e no início do governo de Jair Bolsonaro, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) voltou a ser protagonista na liberação de crédito durante a pandemia do novo coronavírus. Dados do Banco Central mostram que, apenas no segundo trimestre deste ano, o banco de fomento concedeu R$ 17,2 bilhões de crédito a empresas de todos os portes. O montante é 247,8% maior que o verificado no primeiro trimestre do ano, quando o surto de covid-19 ainda não havia se intensificado. Apenas nas linhas de capital de giro, o avanço foi de 4.040,5%. (Fonte: Estadão)
  • O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aproveitou a recuperação das cotações de ações na Bolsa nos últimos meses, após o choque da crise da covid-19, para pisar no acelerador na estratégia de reduzir sua bilionária carteira de participações acionárias. O banco vendeu R$ 8,1 bilhões em ações da Vale – o equivalente a 2,5% do capital da mineradora – apenas uma semana após levantar R$ 1,27 bilhão com a venda de papéis da geradora de energia AES Tietê, em negociação com o controlador da empresa. O BNDES acumula, na gestão de Gustavo Montezano, vendas na casa de R$ 35 bilhões. (Fonte: Estadão)
  • O lucro líquido conjunto dos grandes bancos brasileiros no segundo trimestre deste ano foi 40% menor do que em mesmo período de 2019, aponta levantamento da Economatica. Os números foram apresentados nos últimos dias, em divulgação de resultados de Banco do Brasil, Bradesco, Itaú Unibanco e Santander. Juntas, as quatro instituições financeiras tiveram lucro de R$ 12,1 bilhões no segundo trimestre de 2020. A redução contra igual período do ano passado foi de 40%, quando a soma foi de R$ 20,4 bilhões. O resultado conjunto é o pior desde o trimestre terminado em dezembro de 2016, quando os bancos tiveram lucro de R$ 11,6 bilhões. Os valores do levantamento, contudo, não estão corrigidos pela inflação. A queda continua sendo expressiva mesmo em janelas mais recentes. O desempenho dos bancos neste ano tem sido especialmente afetado pelas provisões realizadas para cobrir potenciais perdas durante a crise provocada pelo novo coronavírus. (Fonte: G1)

No cenário externo:

  • A atividade industrial na zona do Euro expandiu em julho pela primeira vez desde o início de 2019 já que a demanda se recuperou após mais alívio das restrições adotadas para conter o coronavírus, mostrou nesta segunda-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês). As fábricas parecem estar fazendo sua parte na recuperação da economia do bloco. O PMI final de indústria do IHS Markit subiu a 51,8 em julho de 47,4 em junho, na primeira vez acima da marca de 50 que separa crescimento de contração desde janeiro de 2019. A preliminar do índice havia ficado em 51,1. (Fonte: Terra)
  • A balança comercial da China teve superávit de US$ 62,33 bilhões em julho, ante US$ 46,42 bilhões em junho. As exportações chinesas crescem 7,2% em julho, na comparação anualizada, muito acima da projeção do mercado, que aguardava crescimento de apenas 0,10%. As importações chinesas caíram 1,4% em julho, após alta de 2,7% em junho. E ficaram abaixo da expectativa de crescimento de 1%. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (7) pela Administração Geral das Alfândegas chinesa. (Fonte: Eu Quero Investir!)
  • A Argentina pretende chegar a um acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI) sobre um novo programa de financiamento antes do final de março de 2021, um prazo que as autoridades do órgão dizem ser realista se os dois lados mostrarem compromisso. As informações foram divulgadas pelo jornal “Bloomberg” nesta quinta-feira (6). O governo, que selou um acordo inicial de renegociação da dívida de US$ 65 bilhões (cerca de R$ 348,12 bilhões) com seus credores privados na última terça-feira (4), buscará iniciar negociações formais com o FMI após 4 de setembro. A partir dessa data, o acordo com os “bondholders” será fechado, disse a fonte, que não pediu a ser nomeado porque as negociações são privadas. A meta do país é de ter um novo plano de pagamento antes do final do primeiro trimestre de 2021, para que haja tempo de renegociar uma dívida de US$ 2 bilhões com o Clube de Paris e com vencimento em maio, segundo a pessoa. O Clube de Paris é um agrupamento informal de 22 credores nacionais. (Fonte: Suno Notícias)
  • A balança comercial dos Estados Unidos fechou junho com déficit de US$ 50,7 bilhões. Em maio, o déficit foi de US$ 54,8 bilhões, revisados de US$ 54,6 bi anunciados anteriormente. A projeção do mercado era por déficit pouco menor em junho, de US$ 50,10 bilhões. Em relação ao mês anterior, houve aumento de 7,5% no déficit dos Estados Unidos. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (5) pelo Departamento de Comércio dos EUA. (Fonte: Eu Quero Investir!)
  • A Argentina finalmente chegou a um acordo com seus credores privados. Na madrugada desta terça-feira, após mais de 30 horas de negociações ininterruptas, o Ministério da Economia anunciou a reestruturação de uma dívida de cerca de 65 bilhões de dólares (347,75 bilhões de reais). A Argentina pagará 54,8 dólares (293,18 reais) para cada 100 dólares em dívidas. Para os cofres argentinos, o acordo representa uma economia de cerca de 30 bilhões de dólares (160,5 bilhões de reais), permite que o país saia de sua nona moratória e constitui o primeiro grande êxito político do presidente Alberto Fernández. (Fonte: El País)
  • O volume de vendas no varejo da zona do euro se recuperou em junho para níveis registrados em fevereiro, antes das paralisações devido ao coronavírus, mostraram estimativas oficiais nesta quarta-feira (5), completando uma recuperação que começou em maio após perdas em março e abril. As vendas nos 19 países do bloco subiram 5,7% em junho ante maio, de acordo com a agência de estatísticas da União Europeia, a Eurostat. Os ganhos em roupas e combustíveis alimentaram os ganhos. O aumento nas vendas ficou abaixo da expectativa de 5,9% em pesquisa da Reuters, mas foi compensado por uma revisão para cima nas vendas de maio. (Fonte: G1)
  • Os Estados Unidos criaram 1,76 milhão de vagas em julho, revelou nesta sexta-feira (7) o Departamento de Trabalho do país. O número veio acima da mediana das expectativas dos economistas compilada no consenso Bloomberg, que apontava para a geração de 1,48 milhão de postos de trabalho no período. Já a taxa de desemprego na maior economia do mundo ficou em 10,2%, ante estimativas de que caísse de 11,1% para 10,6%. (Fonte: InfoMoney)

Dólar e aversão ao risco

(índice de volatilidade dos preços das opções do S&P 500)

O VIX trabalhou em leve queda na última semana na média de 23,17, contra 25,10 da semana anterior.

Perspectivas

A previsão do dólar para 2020

As expectativas dos 103 economistas consultados pelo Banco Central são:

  • Valor mínimo esperado: R$ 4,80
  • Valor médio esperado: R$ 5,21
  • Valor máximo esperado: R$ 5,51

Previsão para PIB

As expectativas dos 77 economistas consultados pelo Banco Central são:

Previsão para IPCA

As expectativas dos 118 economistas consultados pelo Banco Central são:

Dólar americano:

No fechamento de 10/08, o dólar comercial operava em alta de 0,96% cotado a 5,4663

O Dólar Turismo neste mesmo horário era oferecido pela Meu Câmbio a R$ 5,665 + IOF.

Dólar / Real
PeríodoVariaçãoTaxa
10/ago/200,96%5,4663
Na semana2,87%5,3140
No mês4,78%5,2170
No ano36,26%4,0118

Euro:

No fechamento de 10/08, o euro operava em alta de 0,58%, cotado a R$ 6,4160.

O Euro Turismo neste mesmo horário era oferecido pela Meu Câmbio a R$ 6,663 + IOF.

Euro / Real
PeríodoVariaçãoTaxa
10/ago/200,58%6,4160
Na semana2,64%6,2510
No mês4,39%6,1460
No ano42,77%4,4940

Próximos eventos internacionais relevantes

DataHorárioMoedaEventoPrevisão AtualÚltima Previsão
WedAug 126:00amEURIndustrial Production m/m10.1%12.4%
 TentativeEURGerman 10-y Bond Auction -0.46|1.8
 9:30amUSDCPI m/m0.3%0.6%
  USDCore CPI m/m0.2%0.2%
 11:30amUSDCrude Oil Inventories -7.4M
 12:00pmUSDFOMC Member Kaplan Speaks  
 2:01pmUSD10-y Bond Auction 0.65|2.6
 3:00pmUSDFederal Budget Balance -864.1B
ThuAug 133:00amEURGerman Final CPI m/m-0.5%-0.5%
  EURGerman WPI m/m0.4%0.6%
 9:30amUSDUnemployment Claims1200K1186K
  USDImport Prices m/m0.6%1.4%
 11:30amUSDNatural Gas Storage 33B
 2:01pmUSD30-y Bond Auction 1.33|2.5
 11:00pmCNYFixed Asset Investment ytd/y-1.6%-3.1%
  CNYIndustrial Production y/y5.1%4.8%
  CNYRetail Sales y/y0.1%-1.8%
  CNYUnemployment Rate5.7%5.7%
FriAug 143:45amEURFrench Final CPI m/m0.4%0.4%
 6:00amEURFlash Employment Change q/q -0.2%
  EURFlash GDP q/q-12.1%-12.1%
  EURTrade Balance18.0B8.0B
 9:30amUSDCore Retail Sales m/m 7.3%
  USDRetail Sales m/m 7.5%
  USDPrelim Nonfarm Productivity q/q -0.9%
  USDPrelim Unit Labor Costs q/q 5.1%
 10:15amUSDCapacity Utilization Rate 68.6%
  USDIndustrial Production m/m 5.4%
 11:00amUSDPrelim UoM Consumer Sentiment 72.5
  USDBusiness Inventories m/m -2.3%
  USDPrelim UoM Inflation Expectations 3.0%

RELACIONADOS


Comece seu dia bem informado com nosso Café Com Câmbio de hoje 22/01

As principais notícias que afetam o dólar comercia […] LEIA MAIS


Comece seu dia bem informado com nosso Café Com Câmbio de hoje 21/01

As principais notícias que afetam o dólar comercia […] LEIA MAIS

Recentes


Comece seu dia bem informado com nosso Café Com Câmbio de hoje 22/01

As principais notícias que afetam o dólar comercia […] LEIA MAIS


Comece seu dia bem informado com nosso Café Com Câmbio de hoje 21/01

As principais notícias que afetam o dólar comercia […] LEIA MAIS