Bem-vindo, CITRUS 7
TOTAL TRANSFERIDO BRL 1500,00 ECONOMIZADO BRL 44,00

Análise Econômica Semanal Meu Câmbio – 15/03/2022

15 de março , 2022 | em #MeuCâmbio |

Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo que pode influenciar o preço das moedas. Tenha acesso a toda a informação relevante para realizar sua operação de câmbio.

Economia

Cenário interno

Boletim Focus para 2022:

  • IPCA: 6,45% (+)
  • PIB: 0,49% (+)
  • Câmbio: R$/US$ 5,30 (-)
  • Selic: 12,75% (+)

Boletim Focus - Previsão da cotação do dólar e dos principais indicadores de acordo com pesquisa do BCB de 11-03-2022 - Blog Meu Câmbio
Boletim do Banco Central do Brasil com a expectativa do dólar e dos principais indicadores econômicos.

Inflação

O mercado financeiro aumentou pela nona vez consecutiva a previsão de inflação para este ano. Segundo projeção do Boletim Focus, divulgado hoje (14), em Brasília, pelo Banco Central, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve fechar este ano em 6,45%. Há uma semana, a projeção era de que a inflação este ano ficasse em 5,65%. Há quatro semanas, era de 5,50%.

Divulgado semanalmente, o Boletim Focus reúne a estimativa de mais de 100 instituições do mercado para os principais indicadores econômicos do país. Há algumas semanas, as estimativas já estavam apontando para uma inflação acima da meta definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) para este ano  (3,5%), com variação de 1,5 ponto percentual.

Os números do mercado estão acima dos projetados pelo Comitê de Política Monetária (Copom) na reunião realizada em fevereiro, que também mostrou uma inflação acima da meta.

“As projeções de inflação do Copom situam-se em torno de 5,4% para 2022 e 3,2% para 2023. Esse cenário supõe trajetória de juros que se eleva para 12% ao ano no primeiro semestre de 2022 e termina o ano em 11,75% ao ano”, disse a ata do Copom publicada no mês passado.

Para 2023, o mercado também aumentou a projeção da variação do IPCA – a inflação oficial do país. Com isso, a projeção indica inflação de 3,71% ante 3,51% estimados na semana passada. Há quatro semanas, o cálculo era de uma inflação de 3,5% no próximo ano.

Para 2024, o mercado projeta também um aumento em relação às estimativas anteriores. A nova previsão é de que, em 2024, a inflação fique em 3,15%, ante os 3,1%  da semana passada. Há quatro semanas, a estimativa indicava o IPCA fechando 2024 em 3,04%.

(Fonte: Agência Brasil)

PIB

Na projeção desta semana, o Boletim Focus também elevou a previsão do Produto Interno Bruto (PIB, a soma dos bens e serviços produzidos no país) registrada há sete dias. A nova projeção é de PIB de 0,49% em 2022, ante 0,42% previsto na semana passada.

Para 2023, entretanto, o boletim registrou uma redução na expectativa de crescimento em relação ao apontado na semana passada, passando de 1,5% para 1,43%. Há quatro semanas, a previsão era de que o PIB crescesse 1,5%. Para 2024, , a projeção ficou estável, em 2%.

(Fonte: Agência Brasil)

Taxa de Juros e Câmbio

O mercado também projetou alta para a taxa básica de juros, a Selic, para 2022. Na estimativa divulgada nesta segunda-feira, a Selic deve ficar em 12,75% contra 12,25% da semana passada.

Em fevereiro, além de estimar uma inflação acima da meta, o Copom também aumentou a taxa de juros de 9,25% para 10,75% ao ano. Em comunicado, o comitê indicou que continuará elevando os juros básicos até que a inflação esteja controlada no médio prazo.

Para o fim de 2023, o estudo do mercado para a Selic também aumentou. A nova projeção é que a taxa básica fique em 8,75% ao ano contra 8,25% da semana passada. E para 2024, a previsão passou de 7,38% na semana anterior para 7,50% ao ano.

A expectativa do mercado para a cotação do dólar em 2022 ficou em R$ 5,30, uma redução em relação ao projetado na semana passada, quando o mercado previu um câmbio de R$ 5,40.

Para o próximo ano, a previsão do mercado também é de queda no câmbio, passando de R$ 5,30 para R$ 5,21. Para 2024, a estimativa para a cotação da moeda americana ficou em R$ 5,20, ante R$ 5,30 projetados na semana passada.

(Fonte: Agência Brasil)

Mercado Brasileiro

O Ibovespa futuro abriu os negócios desta segunda-feira (14) entre perdas e ganhos, enquanto o ritmo de alta dos mercados internacionais diminuiu. As Bolsas repercutem uma nova possibilidade de acordo entre Rússia e Ucrânia, em mais uma rodada de negociações entre os países. As cenas do fim de semana, entretanto, não são nem um pouco animadoras, com novos bombardeios a cidades ucranianos e aumento no número de mortes, incluindo de civis.

Às 9h05 (horário de Brasília), o Ibovespa futuro para abril de 2022 recuava 0,12%, aos 112.770 pontos. As preocupações com a inflação voltam a mexer com a visão dos investidores, com um salto nas projeções do IPCA para 2022 pelos economistas consultados semanalmente pelo Banco Central. A projeção do Relatório Focus passou de 5,65% na semana passada para 6,45% na leitura desta semana.

A revisão vem na esteira dos últimos acontecimentos, com ajuste do preço dos combustíveis pela Petrobras, na semana passada, e a guerra na Ucrânia, que além de impactar preços de energia, também deve refletir em alimentos mais caros. Na China, uma nova onda de Covid traz perspectiva  de novos lockdowns e uma nova quebra na cadeia de surprimentos.

Os investidores também operam no aguardo da super quarta-feira, ocasião em que tanto o Banco Central do Brasil quanto o Federal Reserve, nos Estados Unidos, devem anunciar aumento de juros. Por aqui a expectativa é que o BC eleve a Selic em 1 ponto percentual; quanto ao Fed, a alta deve ser moderada, de 0,25 ponto percentual.

Em Nova York, os índices futuros, reduziram ganhos: os futuros do Dow Jones e S&P 500 subiam, respectivamente, 0,65% e 0,30%. O Nasdaq futuro recuava 0,32%.

Mesmo com o salto nas revisões dos economistas para a inflação deste ano no Brasil, os juros futuros operam estáveis e com tendência de queda nos primeiros negócios do dia: DIF23, estável, a 13,20%; DIF25, – 0,07 pp, a 12,51%; DIF27, – 0,07 pp, a 12,30%; DIF29, – 0,06 pp, a 12,37%.

O dólar comercial abriu em ligeira alta e sobe 0,12%, a R$ 5,059 na compra e R$ 5,060 na venda.

(Fonte: InfoMoney)

No mercado local, alguns pontos merecem destaques:

  • Eletrobras: Julgamento final da privatização da estatal no TCU vai ocorrer somente em abril. Inicialmente, o governo aguardava que o órgão julgasse essa fase do processo, que envolve a modelagem da operação, reestruturação societária da empresa e definição do preço mínimo das ações, até o fim de março, mas integrantes da equipe econômica também já admitem que não há mais tempo para a conclusão este mês. (Estadão)
  • Bolsonaro eleva pressão e governo espera que presidente da Petrobras peça demissão. A pressão do presidente sobre a Petrobras, com tom elevado de críticas ao reajuste anunciado pela empresa na quinta-feira passada (10), é tida dentro do governo como uma estratégia para que o general Joaquim Silva e Luna peça para deixar o comando da companhia. (CNN Brasil)
  • Greve de caminhoneiros está praticamente descartada apesar de insatisfação, dizem entidades. Líderes do setor afirmam que os motoristas estão isolados, sem apoio de outros segmentos da economia, e que muitos pretendem largar a profissão. (Valor)
  • Economia prefere dar subsídio ao diesel via Auxílio Brasil do que bancar alta dos preços. Sob pressão total para adotar um subsídio direto ao diesel, o Ministério da Economia não tem dúvida: prefere focar o incentivo via aumento do valor do Auxílio Brasil para as famílias mais pobres e a concessão de uma bolsa-caminhoneiro, ao invés de lançar um subsídio direto e generalizado na tentativa de manter o preço do combustível estável. (Estadão)
  • O Copom vai largar a meta de 2023? O principal argumento dos defensores de uma convergência mais lenta da inflação para a meta é que o sacrifício, em termos de perda de atividade econômica e de alta do desemprego, seria muito alto. Mais recentemente, surgiu um novo argumento, ligado à estabilidade financeira. A economia teria se moldado ao ambiente de juros mais baixos, de um dígito. (Valor)

LEIA TAMBÉM:

Tudo sobre a DUE – Documento único de exportação

Declaração de Capitais Brasileiros no Exterior 2021 – Quem deve declarar?

Censo de Capitais Estrangeiros no Brasil 2021 – Conheça as obrigações!

Cenário externo

Os índices futuros dos EUA e mercados europeus operam em alta na manhã desta segunda-feira (14), antes de uma semana importante, à medida que a guerra Rússia-Ucrânia continua e o Federal Reserve pode elevar as taxas de juros pela primeira vez desde 2018.

Os mercados asiáticos, por sua vez, fecharam mistos com os investidores monitorando uma onda de Covid na China. Enquanto isso, os preços do petróleo continuam voláteis.

As atenções seguem voltadas para a guerra na Ucrânia após um fim de semana de intensos combates em torno da capital Kiev, enquanto as forças russas bombardearam cidades em todo o país, matando civis que não conseguiram fugir.

Novas negociações acontecem nesta segunda-feira em uma tentativa de estabelecer um cessar-fogo sólido e encontrar espaço para qualquer compromisso entre as demandas da Rússia e da Ucrânia, embora as discussões anteriores tenham terminado em fracasso.

O Fed também está em foco esta semana, pois espera-se que eleve sua meta de taxa de juros em um quarto de ponto percentual no final de sua reunião de dois dias na quarta-feira.

(Fonte: InfoMoney)

No mercado internacional, outros pontos que merecem destaques:

  • China diz que quer evitar sanções dos EUA devido à guerra da Rússia. A China quer evitar ser impactada pelas sanções dos EUA sobre a guerra da Rússia, disse o ministro das Relações Exteriores Wang Yi, em uma das declarações mais explícitas de Pequim até agora sobre as penalidades americanas que estão contribuindo para o desempenho negativo dos mercados. (Bloomberg)
  • Venda persistente de ações da China evoca memórias do crash de 2008. Movimento de venda de ações chinesas se aprofundou no pregão de terça-feira, com preocupações sobre os laços do país com a Rússia e pressão regulatória persistente levando o Hang Seng Index, um dos índices mais relevantes do mercado de ações chinês, para o seu nível mais baixo desde 2008. (Bloomberg)
  • EUA não negociarão sanções relacionadas à Ucrânia com a Rússia para salvar o acordo nuclear com o Irã. Os EUA não negociarão isenções às sanções impostas à Rússia para salvar o acordo nuclear de 2015 com o Irã, e podem tentar fechar um acordo separado excluindo Moscou. (WSJ)

Dólar e aversão ao risco

(índice de volatilidade dos preços das opções do S&P 500)

O VIX trabalhou nessa semana na média de 26,61 contra 23,11 da semana anterior.

VIX Index - Indice VIX de volatilidade - medida de aversão a risco - Meu Câmbio - 11-03-2022
Gráfico do Índice de volatilidade do S&P 500 (VIX).

Perspectivas

A previsão do dólar para fim de janeiro 2022

As expectativas dos 117 economistas consultados pelo Banco Central são:

  • Valor mínimo esperado: R$ 4,95 (-)
  • Valor médio esperado: R$ 5,20 (-)
  • Valor máximo esperado: R$ 5,54 (-)
Expectativa de cotação do dólar para 2022 segundo relatório focus do BCB em 11-03-2022
Expectativa do dólar comercial para Mar-22, Abr-22 e Mai-22 segundo Boletim Focus BCB.

Previsão para PIB

As expectativas dos 101 economistas consultados pelo Banco Central são:

Expectativa do PIB para 2022, 2023 e 2024 segundo relatório focus do BCB em 11-03-2022
Expectativa do PIB para 2022, 2023 e 2024 segundo Boletim Focus BCB.

Previsão para IPCA

As expectativas dos 140 economistas consultados pelo Banco Central com atualizações nos últimos 5 dias são:

Expectativa do IPCA para 2022, 2023 e 2024 segundo relatório focus do BCB em 11-03-2022
Expectativa do PIB para 2022, 2023 e 2024 segundo Boletim Focus BCB.

Saiba tudo sobre o câmbio de importação?

MERCADO

Dólar americano:

No fechamento de 14/03, o dólar comercial operava em alta de 1,55% cotado a 5,1325.

Dólar / Real
PeríodoVariaçãoTaxa
14/mar/221,55%5,1325
Uma semana1,07%5,0792
No mês-9,85%5,5759
No ano-9,85%5,5759
12 meses-3,57%5,3106

Euro comercial:

No fechamento de 14/03, o euro operava em alta de 2,16%, cotado a R$ 5,6330.

Euro / Real
PeríodoVariaçãoTaxa
14/mar/222,16%5,6330
Uma semana1,64%5,5220
No mês-12,75%6,3140
No ano-12,75%6,3140
12 meses-13,27%6,4560

Utilize gratuitamente nossa plataforma para controle dos contratos de câmbio de importação, exportação ou financeiros. Clique aqui e confira!

Agenda da Semana

DataHorárioMoedaEventoPrevisão AtualÚltima Previsão
SunMar 134:00amUSDDaylight Saving Time Shift  
MonMar 144:00amEURGerman WPI m/m1.7%0.9%
 4:42amCNYForeign Direct Investment ytd/y37.9% 
 4:45amEURFrench Trade Balance-8.0B-9.8B
 All DayEUREurogroup Meetings  
 10:30amGBPCB Leading Index m/m0.2% 
 11:00pmCNYRetail Sales y/y6.7%3.0%
  CNYFixed Asset Investment ytd/y12.2%5.0%
  CNYIndustrial Production y/y7.5%4.0%
  CNYNBS Press Conference  
  CNYUnemployment Rate5.5%5.1%
TueMar 154:00amGBPAverage Earnings Index 3m/y4.8%4.6%
  GBPClaimant Count Change-48.1K20.3K
  GBPUnemployment Rate3.9%4.0%
 4:45amEURFrench Final CPI m/m0.8%0.7%
 7:00amEURZEW Economic Sentiment-38.710.3
  EURGerman ZEW Economic Sentiment-39.35.2
  EURIndustrial Production m/m0.0%0.0%
 All DayEURECOFIN Meetings  
 9:30amUSDPPI m/m0.8%1.0%
  USDCore PPI m/m0.2%0.6%
  USDEmpire State Manufacturing Index-11.86.5
 12:15pmEURECB President Lagarde Speaks  
  5:00pmUSDTIC Long-Term Purchases 90.0B
WedMar 16TentativeEURGerman 10-y Bond Auction  
 9:30amUSDCore Retail Sales m/m 0.9%
  USDRetail Sales m/m 0.4%
  USDImport Prices m/m 1.7%
 11:00amUSDBusiness Inventories m/m 1.2%
  USDNAHB Housing Market Index 81
 11:30amUSDCrude Oil Inventories -1.8M
 3:00pmUSDFOMC Economic Projections  
  USDFOMC Statement  
  USDFederal Funds Rate <0.50%
 3:30pmUSDFOMC Press Conference  
ThuMar 176:30amEURECB President Lagarde Speaks  
 7:00amEURFinal CPI y/y 5.8%
  EURFinal Core CPI y/y 2.7%
 9:00amGBPMPC Official Bank Rate Votes 9-0-0
  GBPMonetary Policy Summary  
  GBPOfficial Bank Rate 0.75%
 9:30amUSDPhilly Fed Manufacturing Index 15.1
  USDUnemployment Claims 221K
  USDBuilding Permits 1.84M
  USDHousing Starts 1.70M
 10:15amUSDIndustrial Production m/m 0.5%
  USDCapacity Utilization Rate 77.9%
 11:30amUSDNatural Gas Storage -71B
FriMar 186:00amEURItalian Trade Balance  
 7:00amEURTrade Balance -9.1B
 11:00amUSDExisting Home Sales 6.10M
  USDCB Leading Index m/m 0.3%
 3:00pmUSDFOMC Member Bowman Speaks  

RELACIONADOS


#CaféComCâmbio – 01/07/22

As principais notícias que afetam o dólar comercial nesta sexta-feira 01/07/2022 MERCADO AGORA (09h36) Dólar comercial: R$ 5,2959 +1,17% Euro comercial: R$ 5,5190 +0,63% Libr […] LEIA MAIS


#CaféComCâmbio – 30/06/22

As principais notícias que afetam o dólar comercial nesta quarta-feira 30/06/2022 MERCADO AGORA (10h05) Dólar comercial: R$ 5,2525 +1,15% Euro comercial: R$ 5,4660 +0,79% Lib […] LEIA MAIS

Recentes


#CaféComCâmbio – 01/07/22

As principais notícias que afetam o dólar comercial nesta sexta-feira 01/07/2022 MERCADO AGORA (09h36) Dólar comercial: R$ 5,2959 +1,17% Euro comercial: R$ 5,5190 +0,63% Libr […] LEIA MAIS


#CaféComCâmbio – 30/06/22

As principais notícias que afetam o dólar comercial nesta quarta-feira 30/06/2022 MERCADO AGORA (10h05) Dólar comercial: R$ 5,2525 +1,15% Euro comercial: R$ 5,4660 +0,79% Lib […] LEIA MAIS