Bem-vindo, CITRUS 7
TOTAL TRANSFERIDO BRL 1500,00 ECONOMIZADO BRL 44,00

Panorama de Mercado

24 de setembro , 2019 | em #MeuCâmbio |

Análise Meu Câmbio

Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda a informação que precisa para escolher a melhor hora de realizar suas operações cambiais.

Cenário interno

Economia

  • O governo vai anunciar no próximo mês uma série de medidas para dinamizar o mercado de trabalho, iniciativa que o ministro Paulo Guedes chama de “choque de emprego”. O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, afirmou nesta quarta-feira (18/09) que pontos como qualificação de trabalhadores, acesso a microcrédito e criação de novas vagas serão contemplados pelo “choque” sem, no entanto, dar detalhes sobre o programa. (Fonte: O Globo)
  • O Ministério da Economia afirmou na quinta-feira (19), por meio da assessoria de imprensa, que o salário mínimo e o Benefício de Prestação Continuada (BPC) vão continuar sendo corrigidos pela inflação. Mais cedo, o secretário especial adjunto de Fazenda, Esteves Colnago, afirmou que o governo estuda desindexar a economia. A pasta esclareceu, no entanto, que a medida não atingiria salário mínimo e BPC. (Fonte: G1)
  • O risco Brasil, medido pelo Credit Default Swap (CDS), um título que protege contra calotes da dívida soberana, atingiu nesta quinta-feira, 19, o menor nível em seis anos, aos 116 pontos, mas os investidores estrangeiros continuam cautelosos. Embora antecipem um cenário doméstico melhor, eles tendem a não colocar recursos no País sem maior crescimento econômico e avanço de outras reformas. (Fonte: Seu dinheiro)
  • O Copom reduziu a taxa básica de juros da economia em 0,50 ponto porcentual, para 5,50% ao ano, e indicou a possibilidade de novos cortes nos próximos meses. Com isso, a taxa Selic é a mais baixa da série histórica. A fraca atividade econômica, a inflação sob controle e o ambiente internacional favorável contribuíram para a decisão do Banco Central. (Fonte: Estadão)
  • A alta do preço do petróleo no mercado internacional chegou ao Brasil e deve ser repassada aos consumidores já nesta semana. A Petrobrás reajustou os valores da gasolina em 3,5% e o óleo diesel em 4,2% em suas refinarias. A revisão, que vale a partir da quinta-feira (19/09), é uma reação ao atentado a refinarias na Arábia Saudita, que fez com que a commodity oscilasse até 20% na segunda-feira, quando o barril do petróleo tipo Brent, negociado em Londres, fechou a US$ 69,02, alta de quase 15%. (Fonte: Estadão)

Previdência

  • Com o fim do prazo para apresentação de emendas à reforma da Previdência no plenário do Senado, os senadores fizeram 77 propostas de alterações no texto. O prazo terminou em 16/09, após cinco sessões de discussão da matéria. Agora caberá ao relator da PEC (Proposta de Emenda à Constituição), senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), acatar ou rejeitar as sugestões apresentadas. (Fonte: UOL)

No cenário externo:

  • O Banco Central da República Argentina (BCRA) anunciou nesta quarta-feira que vai elevar a taxa mínima de juros das Letras de Liquidez (Leliq), a base da política monetária do país, de 58% para 78%, visando conter o pico inflacionário registrado em setembro. Devido às incertezas políticas pela proximidade das eleições presidenciais, que serão realizadas em outubro, a inflação na Argentina chegou a uma taxa anual de 54,5% em agosto. Analistas financeiros preveem que o índice pode crescer mais 5% neste mês. (Fonte: UOL)
  • A inflação na zona do euro ficou estável em agosto, no nível mais baixo em quase três anos, informou a agência de estatísticas da União Europeia (UE) na quarta-feira (18), confirmando estimativas anteriores. A Eurostat disse que a inflação nos 19 países que compartilham o euro ficou em 1% em agosto sobre um ano antes, inalterada em relação à leitura de julho e em linha com expectativas de uma pesquisa da Reuters. (Fonte: G1)
  • O Parlamento Europeu aprovou nesta quarta-feira, 18, por 544 votos a 126 uma resolução reafirmando que continua apoiando um Brexit ordenado que seja baseado no acordo de retirada já negociado. O Legislativo da União Europeia (UE) pontuou no documento que está aberto a uma possível extensão da data-limite para a separação se ela for solicitada pelo Reino Unido e tiver “um propósito específico, como evitar um desembarque sem acordo, realizar eleições gerais ou um referendo, revogar o Artigo 50 (que acionou o Brexit) ou aprovar o acordo de retirada”. (Fonte: Época Negócios)
  • A economia argentina sofreu retração de 0,3% no segundo trimestre, informou o órgão oficial de estatísticas do país. E o desemprego no país subiu para 10,6%. Na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, houve uma pequena recuperação, com avanço de 0,6%. No entanto, esse crescimento vem após uma sequência de fortes perdas. No primeiro trimestre, a queda na mesma base de comparação havia sido de 5,8%. (Fonte: O Globo).
  • A economia global deve ter em 2019 seu crescimento mais baixo em 10 anos, segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), grupo que reúne os países mais ricos do mundo. A OCDE reduziu suas estimativas de crescimento para quase todos os países que acompanha e prevê que o Produto Interno Bruto (PIB, conjunto de bens e serviços produzidos ao longo de um ano) global terá expansão de apenas 2,9% – a menor em uma década. (Fonte: Época Negócios)
  • A União Europeia deu ontem um prazo de duas semanas para o premie britânico, Boris Johnson, apresentar sua proposta substituir o “backstop”, mecanismo que impede o restabelecimento de uma fronteira física entre a Irlanda e a Irlanda do Norte após o Brexit. (Fonte: Estadão)
  • Federal Reserve (Fed), banco central dos Estados Unidos, informou na quarta-feira (18) que decidiu cortar as taxas de juros no país em 0,25 ponto percentual, para o intervalo entre 1,75% e 2%. No comunicado desta quarta, o Fed cita entre as justificativas para a decisão as perspectivas para o desenvolvimento da economia global e a fraqueza de pressões inflacionárias, embora tenha apontado que a economia norte-americana siga crescendo em um ritmo “moderado” e o mercado de trabalho “permaneça forte”. (Fonte: Estadão)
  • O presidente dos EUA, Donald Trump, impôs ontem novas sanções ao Irã e autorizou o envio de mais tropas e mísseis para a Arábia Saudita e os Emirados Árabes. As medidas são uma reação aos ataques contra instalações de petróleo, na semana passada, atribuídas ao Irã. O Pentágono não disse quantos soldados serão enviados para a região, que já conta com uma forte presença americana. (Fonte: Estadão)
  • Após 27 anos sem se envolver em discussões sobre quem deveria liderar Israel, parlamentares árabes recomendaram ontem que Benny Gantz, um centrista ex-comandante do Exército, tenha a chance de formar um governo no lugar do primeiro-ministro Binyamin Netanyahu. A iniciativa provocaria uma enorme mudança no poder político regional. (Fonte: Estadão)

Dólar e aversão ao risco

Perspectivas

A previsão do dólar para 2019

As expectativas dos 113 economistas consultados pelo Banco Central são:

  • Valor mínimo esperado: R$ 3,60
  • Valor médio esperado: R$ 4,05
  • Valor máximo esperado: R$ 4,19

Previsão para PIB

As expectativas dos 78 economistas consultados pelo Banco Central são:

Previsão para IPCA

As expectativas dos 124 economistas consultados pelo Banco Central são:

Dólar americano:

Às 13h50 o dólar comercial apresentava alta de 0,07% cotado a 4,1742

O dólar turismo neste mesmo horário é oferecido pela Meu Câmbio a R$ 4,295 + IOF.

Euro:

Às 13h50 o euro comercial apresentava alta de 0,24%, cotado a R$ 4,597.

O euro turismo neste mesmo horário é oferecido pela Meu Câmbio a R$ 4,739 + IOF.


RELACIONADOS


Panorama de Mercado

Análise Meu Câmbio Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda a informação […] LEIA MAIS


Dicas para quem vai viajar sozinho pela primeira vez

Para quem nunca viajou sozinho, é normal que surjam dúvidas na hora de planejar uma viagem. Elaborar um roteiro, reservar hospedagem e passagens com antecedência são etapas essenciais para via […] LEIA MAIS

Recentes


Panorama de Mercado

Análise Meu Câmbio Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda a informação […] LEIA MAIS


Dicas para quem vai viajar sozinho pela primeira vez

Para quem nunca viajou sozinho, é normal que surjam dúvidas na hora de planejar uma viagem. Elaborar um roteiro, reservar hospedagem e passagens com antecedência são etapas essenciais para via […] LEIA MAIS