Bem-vindo, CITRUS 7
TOTAL TRANSFERIDO BRL 1500,00 ECONOMIZADO BRL 44,00

Câmbio negro: o que é, como funciona e por que não vale a pena

16 de agosto , 2018 | em #FiqueDeOlho |

O câmbio negro, ou mercado paralelo de compra e venda de moedas estrangeiras, ficou bastante popular no Brasil na década de 90. A instabilidade econômica do país e o confisco da poupança fizeram com que inúmeras pessoas investissem em dólares, moeda confiável e estável, mas muitas vezes a compra era realizada de maneira ilegal.

No decorrer dos anos, a prática do câmbio negro se associou à ilegalidade, sendo empregada para lavagem de dinheiro, sonegação de impostos e até tráfico. Atualmente, qualquer pessoa que compre ou venda moeda estrangeira no mercado paralelo está cometendo um crime contra o sistema financeiro: evasão de divisas.

Crime

A compra e a venda de moedas estrangeiras são livres no Brasil, desde que sejam feitas por meio de entidades autorizadas que sigam as quantidades e os valores definidos pelas normas do Banco Central.

A lei pune qualquer transação de câmbio irregular, ou seja, qualquer operação que não seja registrada nem gere nota fiscal.

Doleiros

Aquele estereótipo do doleiro como um homem mal-encarado que dá expediente nos becos da cidade já foi há muito tempo quebrado. Hoje, muitos doleiros atuam legalmente no mercado de câmbio e operam caixa 2 para pessoas que não desejam nota fiscal.

Corrupção

No Brasil, os doleiros realizam basicamente compra e venda de moeda em espécie no mercado paralelo, operações de dólar-cabo, remessas de dinheiro por meio de contratos fraudulentos e administração de caixa 2.

Riscos

Adquirir dólar no mercado paralelo muitas vezes é tentador porque, nele, a moeda é encontrada por um valor mais baixo do que o do dólar de turismo, mas você pode se enganar com a suposta vantagem.

Os riscos são inúmeros e podem prejudicar a sua viagem. Em primeiro lugar, a compra ilícita de moeda estrangeira não é segura. Você corre o risco de ser vítima de um golpe e acabar recebendo notas falsas, que não serão aceitas em lugar nenhum.

Ao negociar no mercado paralelo, você também contribui com o comércio ilegal e, indiretamente, com crimes como lavagem de dinheiro e tráfico internacional.

Além disso, existe a possibilidade de ser penalizado legalmente por prática de comércio ilegal. A pena pode variar de um a quatro anos de reclusão e multa.

Segurança

Não tenha dúvida, a melhor maneira de comprar moeda estrangeira é através de empresas autorizadas. O valor pode ser um pouco mais alto, mas a garantia de uma viagem tranquila não tem preço.

Na Meu Câmbio, trabalhamos com transparência e seriedade. Antes mesmo de concluir a compra, você tem acesso ao valor da cotação, das taxas e dos impostos, e não é pego de surpresa no momento da cobrança. Faça uma cotação conosco!

 

 


RELACIONADOS


Enfrentar ou não o aeroporto nas vésperas do Natal e do Ano-Novo

  Com tantas resoluções de final de ano, a única certeza é que os aeroportos, em todo o mundo, estarão lotados de viajantes e turistas. Para muitas pessoas o recesso, com Natal e Ano-Novo, […] LEIA MAIS


Cuidados com as compras internacionais no cartão

Uma das melhores partes de viajar é voltar com a mala cheia de presentes e novas aquisições, mas é preciso ter alguns cuidados ao realizar as compras internacionais com o cartão para não ter sur […] LEIA MAIS

Recentes


5 dicas para viajar com crianças

Quem é que não gosta de viajar com as crianças? Viajar em família é tudo de bom, afinal, conhecer novos destinos inclui construir memórias e viver momentos inesquecíveis. No entanto, muitos pai […] LEIA MAIS


Panorama de Mercado

Análise Meu Câmbio Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda a informação que p […] LEIA MAIS