Bem-vindo, CITRUS 7
TOTAL TRANSFERIDO BRL 1500,00 ECONOMIZADO BRL 44,00

Comece sua manhã bem informado com nosso #CaféComCâmbio de hoje 18/11

18 de novembro , 2020 | em #MeuCâmbio, Câmbio de importação, COMEX, exportadores, Mercado |

Euro e Dólar hoje (11h00)

  • Cotação dólar comercial: R$ 5,307 -0,43%
  • Cotação euro comercial: R$ 6,286 -0,59%

AGENDA DO DIA

  • 07h00 – Zona do euro/Eurostat: CPI de outubro
  • 08h00 – FGV: 2ª prévia do IGP-M de novembro
  • 10h00 – Roberto Campos Neto (BC) participa do evento organizado pelo Itaú BBA
  • 10h30 – EUA/Deptº do Comércio: construções de moradias iniciadas -em outubro projeta 2,5% na margem
  • 11h30 – BC faz leilão de swap cambial tradicional com oferta de até 12 mil contratos
  • 12h30 – EUA/DoE: estoques de petróleo
  • 14h30 – BC divulga fluxo cambial semanal

Simule um fechamento de câmbio online!

COVID-19:

Nas últimas notícias o mundo recebeu boas notícias sobre os resultados de testes da eficácia de vacinas contra o COVID-19. Já terceira fase Pfiser anunciou eficácia de 95%, Moderna 94,5%. Na segunda fase Sinovac afirmou eficácia de 97%.

Apesar das boas notícias, enquanto a população mundial aguarda a disponibilização das vacinas, vemos os números de infecções escalando com muita velocidade.

De acordo com dados do Imperial College London, a taxa de transmissão no brasil que havia atingido 0,94, hoje está em 1,10. O que significa que cada 100 pessoas contaminam 110, colocando a curva em crescimento exponencial.

Nos EUA já são mais de 150 mil novos casos diários e as internações chegaram ao recorde de 73 mil em um único dia. Com isto, diversos estados já iniciaram a retomada de restrições ao comércio, fazendo com que o presidente do FED, Jerome Powell, manifestasse a sua preocupação com a retomada da maior economia do mundo diante desta nova onda de contaminações.

Lembramos que diversos países europeus também já impuseram restrições diante da crescente de casos.

Por que o dólar está tão volátil?

Nas últimas semanas vimos o dólar apresentar uma forte alta seguida por uma grande queda. Movimentos rápidos e amplos que foram explicados pelo economista Ricardo Amorim à Jovem Pan.

Segundo Ricardo, o Brasil apresenta uma situação peculiar: Cadeia de comercio fechada e cadeia financeira aberta.

A cadeia de comércio fechada significa que perto do tamanho de sua economia / PIB o país importa e exporta muito pouco, em 2018 este valor era de cerca de 1,2% do PIB.

A cadeia financeira aberta significa que quando as perspectivas para o Brasil e o mundo são positivas temos uma enxurrada de investimentos, mas quando as perspectivas pioram, os investidores também saem de suas posições com velocidade.

A candidatura de Biden trazia como principal ponto positivo uma maior abertura para o comércio internacional, entretanto preocupava com os aumentos de impostos e as sanções prometidas às Big Techs.

Como Biden venceu as eleições mas não conquistou a maioria no Senado, o mercado lê que teremos somente a parte positiva da abertura ao comércio, uma vez que terá problemas para aprovas as pautas mais negativas.

E você, concorda com a explicação de Ricardo? Deixe sua opinião ou consideração em nossos comentários


RELACIONADOS


Comece seu dia bem informado com nosso Café Com Câmbio de hoje 22/01

As principais notícias que afetam o dólar comercia […] LEIA MAIS


Comece seu dia bem informado com nosso Café Com Câmbio de hoje 21/01

As principais notícias que afetam o dólar comercia […] LEIA MAIS

Recentes


Comece seu dia bem informado com nosso Café Com Câmbio de hoje 22/01

As principais notícias que afetam o dólar comercia […] LEIA MAIS


Comece seu dia bem informado com nosso Café Com Câmbio de hoje 21/01

As principais notícias que afetam o dólar comercia […] LEIA MAIS