Bem-vindo, CITRUS 7
TOTAL TRANSFERIDO BRL 1500,00 ECONOMIZADO BRL 44,00

Guia: tudo que você precisa saber antes de conhecer a África do Sul

13 de junho , 2019 | em #MeuCâmbio |

Apesar de a África do Sul não estar no top 5 de muitas pessoas, é um país encantador e com muito a oferecer. Com cidades maravilhosas e passeios surpreendentes, fica difícil escolher qual fazer.

Para que você aproveite sua viagem ao máximo, nós da Meu Câmbio fizemos um guia com dicas essenciais para que tudo saia como o planejado.

Melhor época para visitar

As estações do ano na África do Sul são iguais às do Brasil. Então, tudo depende do que você pretende conhecer. Se quiser visitar os parques nacionais e safaris, o ideal é ir entre maio e setembro. Esse período equivale ao outono e inverno deles, o que é ótimo pois a savana ainda não está com a mata alta e as temperaturas estão amenas.

Agora, se você está indo com o intuito de conhecer as praias, a melhor época é entre novembro e março, quando os dias são mais quentes. Além disso, o clima se comporta de maneiras diferentes nas cidades que ficam ao norte e ao sul do país. Por exemplo: em Joanesburgo, o verão é chuvoso e o inverno tem dias ensolarados, em Cape Town é ao contrário: o verão é bem mais seco.

Se sua intenção é conhecer diferentes regiões da África do Sul, sugerimos que você leve uma mala preparada para diversas estações. Desse modo, estará preparado para qualquer situação e economizará dinheiro, evitando comprar coisas por lá.

Documentação

Para nós brasileiros, uma notícia boa: não é preciso visto para entrar na África do Sul! Embora a imigração do país não seja tão criteriosa, é preciso que seu passaporte tenha, pelo menos, seis meses de validade.

Apesar de não precisar do visto, é obrigatório o Certificado Internacional de Vacinação contra a febre amarela. É indicado que você tome a vacina pelo menos com 10 dias de antecedência da sua viagem. O documento é dado pela Anvisa. Mais informações de como fazer, clique aqui.

Alimentação

A África do Sul é um país que tem uma cultura rica e diversificada e, claro, isso reflete na alimentação. Quase todos os pratos têm carne bovina, suína ou frango como base. O arroz e feijão deles é chamado de pap – um purê feito com farinha de milho.

Um dos pratos típicos do país é o babotie. O prato vem com um cozido de carne moída, pão leite, especiarias e temperos. Outro prato comum é o bitong, que é uma tira de carne seca, servida, na maioria das vezes, como petisco.

Em relação aos pratos doces, a melkert e o koeksiste são as mais famosas. A melkert é uma torta feita com massa fina e recheada com um creme à base de leite e tem um toque final com canela polvilhada. O koeksister é uma massa trançada e frita que é mergulhada em um xarope de açúcar.

Transporte

A melhor forma de se locomover na cidade é de carro. No começo, vai ser estranho, pois o volante fica do lado direito, mas logo você se acostuma. É preciso ter cuidado com “os flanelinhas”. Nas cidades maiores, como Cape Town, o centro fica cheio deles, que são bem insistentes e pedem dinheiro toda hora. Fique esperto para não cair na sua lábia.

O transporte público não é eficiente e nem confortável, por isso evite essa opção. O único transporte público que funciona na África do Sul é o Gautrain. A linha tem 80 quilômetros, liga Joanesburgo a Pretória e passa pelo Aeroporto Internacional Oliver Tambo.

Se você não dirige e não quer usar o transporte público, a melhor opção é o uso de aplicativos de carros particulares.

Safari

Não existe ninguém que vá para a África do Sul e não pense no famoso safari. Até porque a vida selvagem nessa parte do mundo é uma das mais ricas. A reserva mais procurada para esse tipo de passeio é o Kruger National Park. Além disso, temos outras boas opções como o Gondwana Game Reserve e o Madikwe Game Reserve.

Outros passeios

Cape Town e Joanesburgo costumam ser as cidades mais procuradas pelos turistas. Além delas, Durba é um bom local para quem curte praia e quer conhecer a costa da África do Sul.

Outra opção de passeio muito legal é a roadtrip pela Garden Route. A rota conta com 300 quilômetros e vai de Storms River até Mossel Bay. Pelo caminho, você verá paisagens maravilhosas, desde montanhas até praias e cachoeiras.

Se você gosta de trilhas e áreas cercadas de verde, vá até o Nature’s Valley e o Tsitsikamma National Park, que ficam no caminho.


RELACIONADOS


Panorama de Mercado

Análise Meu Câmbio Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo o que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda a informação que […] LEIA MAIS


Tomorrowland em Porto: dicas essenciais para aproveitar ao máximo sua viagem

A cidade de Porto, em Portugal, será sede do maior festival de música eletrônica do mundo: o Unite with Tomorrowland, no dia 27 de julho. Conhecido pelo seu ambiente mágico, efeitos especiais sinc […] LEIA MAIS

Recentes


Panorama de Mercado

Análise Meu Câmbio Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo o que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda a informação que […] LEIA MAIS


Tomorrowland em Porto: dicas essenciais para aproveitar ao máximo sua viagem

A cidade de Porto, em Portugal, será sede do maior festival de música eletrônica do mundo: o Unite with Tomorrowland, no dia 27 de julho. Conhecido pelo seu ambiente mágico, efeitos especiais sinc […] LEIA MAIS