Bem-vindo, CITRUS 7
TOTAL TRANSFERIDO BRL 1500,00 ECONOMIZADO BRL 44,00

#CaféComCâmbio – 09/03/22

09 de março , 2022 | em #MeuCâmbio |

Saiba como caminhar pelas turbulências do mercado financeiro com a ajuda da Meu Câmbio
As principais notícias que afetam o dólar comercial nesta quarta-feira 09/03/2022

MERCADO AGORA (10h06)

  • Dólar comercial: R$ 5,0183 -0,69%
  • Euro comercial: R$ 5,5120 +0,02%
  • Libra comercial: R$ 6,6027 -1,08%

AGENDA DO DIA

  • Brasil: Balanços de CSN, CSN Mineração, Natura e Via, após o fechamento do mercado
  • FGV: IPC-S Capitais da 1ª quadrissemana de março (8h)
  • IBGE: Pesquisa Industrial Mensal de janeiro (9h)
  • Cade: reunião discute embargo apresentado contra a decisão que aprovou a compra da Oi pela Claro, TIM e Vivo (10h)
  • EUA/Relatório Jolts de Emprego em janeiro (12h)
  • EUA/DoE: Estoques de petróleo da semana até 04/03 (12h30)
  • Senado: plenário discute dois projetos que tratam de combustíveis (16h)

Principais notícias que podem influenciar o dólar no dia de hoje 09/03/2022:

** As 8:00am de Brasília: Mercados futuros em alta.

Europa está em missão de guerra para acabar com sua dependência em combustível fóssil russo. O continente precisará contar com mais carvão no curto prazo, mas pode haver uma implantação rápida de energia verde nesta década. (Bloomberg)

Rússia diz que prefere atingir seus objetivos em relação à Ucrânia por meio de negociações. A Rússia alcançará seu objetivo de garantir o status neutro da Ucrânia e prefere fazer isso por meio de negociações, disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, nesta quarta-feira. (Reuters)

Bitcoin sobe 8% após aparente divulgação de declaração de Yellen sobre ordem executiva de criptomoedas de Biden. O Bitcoin e outras criptomoedas dispararam depois que o Tesouro dos EUA aparentemente divulgou detalhes de uma ordem executiva do presidente Joe Biden que parecia adotar uma postura de apoio aos ativos digitais. (CNBC)

Faça seus pagamentos internacionais com o leilão da Meu Câmbio.

Subsídio para conter alta dos combustíveis ganha força no governo. A concessão de um subsídio temporário, com duração de três a seis meses, para tentar conter a alta dos combustíveis no Brasil ganhou força como a solução a ser adotada pelo governo em meio à crise provocada pela disparada do petróleo. (Estadão)

Ministros tentam preservar política da Petrobras. A reunião realizada ontem na Casa Civil para discutir soluções para a alta na cotação do petróleo foi inconclusiva. O governo está dividido, mas ministros e demais autoridades avançaram em alguns pontos, como o esforço para preservar a política de preços da Petrobras, alvo de críticas do presidente. (Valor)

Governo quer cortar tributo de frete para reduzir custo de combustíveis e fertilizantes. O Ministério da Economia pretende estabelecer, por meio de um decreto, um corte linear de aproximadamente um terço no Adicional ao Frete para a Renovação da Marinha Mercante (AFRMM). Cálculos do Ministério apontam que a extinção do tributo reduziria o custo da cesta básica em 4,4%, a um custo de aproximadamente R$ 4 bilhões por ano. (Folha)

Utilize gratuitamente nossa plataforma para controle dos contratos de câmbio de importação, exportação ou financeiros. Clique aqui e confira!


RELACIONADOS


#CaféComCâmbio – 01/07/22

As principais notícias que afetam o dólar comercial nesta sexta-feira 01/07/2022 MERCADO AGORA (09h36) Dólar comercial: R$ 5,2959 +1,17% Euro comercial: R$ 5,5190 +0,63% Libr […] LEIA MAIS


#CaféComCâmbio – 30/06/22

As principais notícias que afetam o dólar comercial nesta quarta-feira 30/06/2022 MERCADO AGORA (10h05) Dólar comercial: R$ 5,2525 +1,15% Euro comercial: R$ 5,4660 +0,79% Lib […] LEIA MAIS

Recentes


#CaféComCâmbio – 01/07/22

As principais notícias que afetam o dólar comercial nesta sexta-feira 01/07/2022 MERCADO AGORA (09h36) Dólar comercial: R$ 5,2959 +1,17% Euro comercial: R$ 5,5190 +0,63% Libr […] LEIA MAIS


#CaféComCâmbio – 30/06/22

As principais notícias que afetam o dólar comercial nesta quarta-feira 30/06/2022 MERCADO AGORA (10h05) Dólar comercial: R$ 5,2525 +1,15% Euro comercial: R$ 5,4660 +0,79% Lib […] LEIA MAIS