Bem-vindo, CITRUS 7
TOTAL TRANSFERIDO BRL 1500,00 ECONOMIZADO BRL 44,00

#CaféComCâmbio – 28/03/22

28 de março , 2022 | em #MeuCâmbio |

Saiba como caminhar pelas turbulências do mercado financeiro com a ajuda da Meu Câmbio
As principais notícias que afetam o dólar comercial nesta segunda-feira 28/03/2022

MERCADO AGORA (10h10)

  • Dólar comercial: R$ 4,7880 +0,86%
  • Euro comercial: R$ 5,2390 +0,48%
  • Libra comercial: R$ 6,2618 -0,67%

AGENDA DO DIA

  • Brasil: Balanços de Ânima, antes da abertura, e de Agrogalaxy, após o fechamento do mercado
  • Boletim Focus (8h25)
  • BC/Setor externo: Conta corrente de janeiro projeta déficit de US$ 1,550 bilhão, segundo mediana; IDP, mediana positiva de US$ 10,00 bilhões (9h30)
  • Receita Federal divulga arrecadação de fevereiro (14h30)
  • Balança comercial semanal (15h)

Principais notícias que podem influenciar o dólar no dia de hoje 28/03/2022:

** As 8:00am de Brasília: Mercados futuros com sinais mistos.

Putin alimenta temores nucleares com alertas sobre armas atômicas. Com o exército de Putin enfrentando forte resistência das forças ucranianas fortalecidas por armamento ocidental, aumentaram as preocupações em Washington e nas capitais aliadas de que a Rússia poderia considerar o uso de uma chamada arma nuclear tática para ganhar vantagem no campo de batalha. (WSJ)

Xangai fecha metade da cidade para combater surto de Covid. Xangai bloqueará a cidade em duas fases para realizar uma blitz de testes em massa para a Covid-19, enquanto as autoridades lutam para estancar um surto que está desafiando como nunca a abordagem de tolerância zero da China contra o vírus. (Bloomberg)

SINAL DE RECESSÃO ⁉️ Os rendimentos do Tesouro dos EUA de 5 e 30 anos se inverteram na segunda-feira pela primeira vez desde 2006, aumentando os temores de uma possível recessão. Inversão de curva: isso acontece quando os títulos do Tesouro americano de curto prazo pagam acima do rendimento do título de longo prazo, o que é, geralmente, um sinal de recessão. (XP)

Faça seus pagamentos internacionais com o leilão da Meu Câmbio.

Juro básico maior no Brasil impulsiona queda do dólar — Distância favorece estratégias em que os investidores captam no exterior a taxas mais baixas e aplicam dinheiro no país, conhecidas como “carry trade”. (Valor)

Lira critica alíquota de ICMS definida por estados e diz que medida zera esforço do Congresso. O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), criticou a possibilidade de que cada estado defina sua alíquota de ICMS sobre o diesel e afirmou que a medida praticamente zera o esforço do Congresso para conter a alta de combustíveis. Para Lira, governadores estão insensíveis ao problema do combustível (Folha)

‘Selic a 12,75% seria suficiente para levar inflação à meta’, diz presidente do BC. O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, reiterou neste domingo a mensagem de que o ciclo de aperto monetário deverá terminar em maio, com a Selic a 12,75% ao ano. “Mas obviamente estamos em ambiente de alta incerteza”, ponderou Campos Neto, sem descartar possíveis choques, em especial decorrentes da guerra na Ucrânia. (Estadão)

Utilize gratuitamente nossa plataforma para controle dos contratos de câmbio de importação, exportação ou financeiros. Clique aqui e confira!


RELACIONADOS


#CaféComCâmbio – 01/07/22

As principais notícias que afetam o dólar comercial nesta sexta-feira 01/07/2022 MERCADO AGORA (09h36) Dólar comercial: R$ 5,2959 +1,17% Euro comercial: R$ 5,5190 +0,63% Libr […] LEIA MAIS


#CaféComCâmbio – 30/06/22

As principais notícias que afetam o dólar comercial nesta quarta-feira 30/06/2022 MERCADO AGORA (10h05) Dólar comercial: R$ 5,2525 +1,15% Euro comercial: R$ 5,4660 +0,79% Lib […] LEIA MAIS

Recentes


#CaféComCâmbio – 01/07/22

As principais notícias que afetam o dólar comercial nesta sexta-feira 01/07/2022 MERCADO AGORA (09h36) Dólar comercial: R$ 5,2959 +1,17% Euro comercial: R$ 5,5190 +0,63% Libr […] LEIA MAIS


#CaféComCâmbio – 30/06/22

As principais notícias que afetam o dólar comercial nesta quarta-feira 30/06/2022 MERCADO AGORA (10h05) Dólar comercial: R$ 5,2525 +1,15% Euro comercial: R$ 5,4660 +0,79% Lib […] LEIA MAIS