Bem-vindo, CITRUS 7
TOTAL TRANSFERIDO BRL 1500,00 ECONOMIZADO BRL 44,00

Patagônia argentina ou chilena?

04 de outubro , 2018 | em #MeuCâmbio, Destino, Destinos, Dicas de viagem, Moedas |

Dizem que não se pode morrer sem antes visitar a Patagônia. Essa é uma das regiões mais selvagens do mundo em fauna e flora e está localizada entre dois países: Chile e Argentina. Ambos os destinos são belíssimos e fornecem contato com a vida animal e paisagens fantásticas, mas as regiões têm suas peculiaridades. Está em dúvida? A Meu Câmbio te ajuda a escolher!

Para quem quer se aproximar da vida selvagem

O destino recomendado é a Patagônia chilena. Essa é a parte com regiões mais inóspitas e de vida animal mais abundante. É a menor porção da Patagônia e a menos habitada, há aproximadamente uma pessoa por quilômetro quadrado, em uma extensão de 240 mil quilômetros quadrados.

Por ter uma população reduzida, se comparada à argentina, permite ver espécies em grandes bandos, não apenas nos parques, mas nas estradas principais.

Para quem planeja viajar com essa finalidade, os passeios perfeitos são:

Parque Nacional Torres Del Paine: Tombado como Reserva da Biosfera pela Unesco em 1978, está localizado na cidade de Puerto Natales.  O parque tem rios, lagos, glaciares e cascatas de água da geleira, além da cadeia montanhosa de Del Paine.

Lá é um verdadeiro berço de aves e mamíferos, como pinguins de Magalhães, carcarás, cisnes de pescoço negro, flamingos, condores e pumas. Os mais apaixonados pelo convívio com essas espécies e encantados pelas paisagens podem até acampar em algumas áreas seguras do parque.

Parque Nacional Bernardo O’Higgings: Este é o passeio indicado a quem deseja conhecer outras culturas também. Os arredores deste parque são habitados pelas etnias Kaweskar. Assim como o Parque Nacional Torres Del Paine, o Bernardo O’Higgings tem geleiras exóticas e é a maior reserva de água doce do mundo.

Parque Nacional de San Rafael: Abriga a Laguna de San Rafael e o monte nevado de mesmo nome. Também é uma Reserva da Biosfera tombada pela Unesco e um dos seus atrativos para visitantes estrangeiros é o desprendimento de grandes blocos de gelo.

Embora tenha mais atrações naturais, a Patagônia chilena tem acesso mais difícil. Os investimentos se concentram na região do Parque Nacional Torres Del Paine, que fica a quatro horas do aeroporto de Punta Arenas.

Para quem deseja mais conforto

A Patagônia argentina é a porção de maior território e investimento, por isso é o destino mais escolhido pelos brasileiros. Conta com transporte mais adequado e infraestrutura para passeios e hospedagens. Esta região abrange Ushuaia, El Calafate, Bariloche e seus hotéis luxuosos.

Se você quer conhecer o trecho argentino, confira alguns atrativos:

Museu da Patagônia Francisco Moreno: O museu fica em El Calafate e é um destino interessante para quem deseja saber mais sobre as etnias residentes da Patagônia, como os mapuches e os yámanas da Terra do Fogo. Ele recebe esse nome em homenagem ao explorador e cientista Francisco Moreno, responsável pela divisão das Patagônias.

Ushuaia: Conhecida como “Fim do Mundo”, a cidade fornece passeios em qualquer época do ano. Nos períodos de temperaturas amenas é possível visitar o Canal do Beagle, praticar mergulho e trilha pelas florestas. Já, no inverno, os passeios recomendados são as descidas de ski e os jantares nas montanhas.

Playa El Doradillo: Apesar dos passeios luxuosos, a Patagônia argentina tem suas opções para quem deseja aproveitar a natureza. Uma delas é a praia de El Doradillo em Puerto Madryn. Lá é possível observar baleias franca-austral e ouvir seu canto.

Lembre-se de levar

Roupas de frio, porque na primavera e no verão é necessário ter trocas de roupa para dias gelados. Como a Patagônia é uma região de muita natureza e baixa densidade demográfica, as noites tendem a ser muito frias, mesmo quando os dias são de clima ameno.

Moeda

Na Patagônia chilena a moeda mais usada é o peso chileno, mas dólares são aceitos em passeios turísticos e em aeroportos. Da mesma forma, a Patagônia argentina trabalha com o peso argentino. Entretanto, os dólares são mais aceitos, principalmente em hotéis e centros comerciais.

Se a Patagônia argentina e chilena já estão na sua lista de viagem, é hora de começar a planejar! Na Meu Câmbio você compra moedas estrangeiras com as melhores cotações em mais de 20 cidades do Brasil. Antes de embarcar, compare na Meu Câmbio e acompanhe nosso blog para mais dicas de viagem!

 


RELACIONADOS


Panorama de Mercado

Acompanhe semanalmente a evolução do dólar, euro e saiba tudo que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda a informação que precisa para escolher a melhor h […] LEIA MAIS


Panorama de Mercado

Análise Meu Câmbio Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda a informação que p […] LEIA MAIS

Recentes


As melhores comidas do mundo e suas histórias

Uma das principais coisas para se fazer em uma viagem é conhecer a gastronomia local. Degustar dos mais diversos pratos e experimentar algo que o seu paladar não está acostumado, é uma das ativida […] LEIA MAIS


Panorama de Mercado

Análise Meu Câmbio Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda informação que pre […] LEIA MAIS