Bem-vindo, CITRUS 7
TOTAL TRANSFERIDO BRL 1500,00 ECONOMIZADO BRL 44,00

Comece seu dia bem informado com nosso Café Com Câmbio de hoje 16/12

16 de dezembro , 2020 | em #MeuCâmbio |

Saiba como caminhar pelas turbulências do mercado financeiro com a ajuda da Meu Câmbio
As principais notícias que afetam o dólar comercial nesta quarta-feira 16/12/2020

MERCADO AGORA (10h20)

  • Dólar comercial: R$ 5,025 -0,42%
  • Euro comercial: R$ 6,116 +0,03%

AGENDA DO DIA

08h00 – IPC-S da 2ª quadrissemana de dezembro
10h15 – FGV: monitor do PIB de outubro
10h30 – EUA: vendas no varejo em novembro
11h00 – FGV: Indicador Antecedente e Coincidente em novembro
11h45 – IHS Markit/PMI composto de dezembro dos EUA
11h30 – BC oferta até 16 mil contratos de swap (US$ 800 mi)
12h00 – EUA/NAHB: confiança das construtoras
12h30 – Conferência de Montreal, com palestra de Paulo Guedes
12h30 – EUA/DoE: estoques de petróleo
14h00 – França: relatório da OCDE sobre o Brasil
14h30 – BC: fluxo cambial semanal
16h00 – EUA/Fed anuncia decisão de política monetária, seguida de coletiva de Powell
Dia todo – Congresso deve votar a LDO de 2021
Dia todo – Zona do euro: reunião do Eurogrupo

Principais notícias que podem influenciar o dólar no dia de hoje 16/12/2020:

Com expectativa de que a Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2021 seja votada no Congresso hoje, o dólar pode ficar volátil em meio ainda à queda da moeda americana no exterior.
Um ajuste de baixa nos primeiros negócios é possível diante do apetite por risco nos mercados internacionais nesta manhã. Investidores se animam com possível acordo bipartidário sobre novos estímulos fiscais em breve nos Estados Unidos e a aprovação do uso emergencial da vacina Moderna contra covid-19 ainda nesta semana, enquanto esperam o desfecho, à tarde, da reunião de política monetária do Federal Reserve, com entrevista do presidente da instituição, Jerome Powell.
Analistas financeiros esperam que o Fed mantenha os juros básicos na faixa entre 0% e 0,25% ao ano, por causa do choque recessivo pela pandemia do coronavírus nos EUA, e acreditam que a autoridade monetária poderá anunciar forward guidance qualitativo sobre eventuais mudanças que poderá adotar no futuro com o programa de afrouxamento quantitativo (QE, na sigla em inglês).
Internamente, o investidor deve repercutir a aprovação de um pacote de projetos pelo Senado a toque de caixa nesta terça-feira, 15. Em apenas uma hora, os senadores aprovaram uma proposta que facilita a venda de terras agrícolas a estrangeiros, alteraram as regras de concorrência no transporte terrestre e começaram a votar o projeto de renegociação de dívidas de Estados com a União antes mesmo de o texto ficar público no sistema de tramitação da Casa.

Mas eventual queda ante o real pode ser contida pelo compasso de espera pela votação da proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2021. A equipe econômica definiu um valor para a meta fiscal e prevê rombo de até R$ 247 bilhões no ano que vem. Com despesas limitadas pelo teto, que restringe o avanço dos gastos à inflação, o texto agora está sendo usado pelo Congresso Nacional como instrumento de manobra para dar mais poder ao relator do Orçamento na destinação de recursos e para retirar qualquer barreira à execução de obras no ano que vem, conforme apurou o Broadcast. Na prática, foi incluído na proposta dispositivo que dá ao relator poderes para cortar gastos de ministérios para alocar em despesas de seu interesse. Em 2019, as negociações resultaram em R$ 30,8 bilhões abocanhados pelo relator-geral do Orçamento e pelas comissões, valor que só diminuiu porque os gastos com a pandemia foram prioritários. A votação precisa acontecer hoje, para evitar um apagão no governo no início de 2021, já que faltaria base legal até para pagar aposentadorias, salários e benefícios sociais.
O fluxo cambial ficará ainda no radar, com possíveis novos ingressos de investidores estrangeiros, mas que podem ser neutralizados em parte por demanda de empresas para remessas sazonais de capitais ao exterior e também de bancos para cumprir a regra de overhedge de fim de ano, embora o BC siga ofertando liquidez via swap cambial no mercado futuro.
E após o Brasil registrar ontem 915 novas mortes em decorrência da covid-19, elevando o total de óbitos pela doença para 182.854, o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), afirmou que o presidente Jair Bolsonaro vai assinar hoje, às 10 horas, uma medida provisória para compra de vacinas contra a covid-19. A medida deve abrir um crédito extraordinário de R$ 20 bilhões no Orçamento deste ano para a compra de doses do imunizante e o governo pretende garantir o acesso gratuito a toda a população. Mas o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que o parlamento não irá acatar a exigência de que as pessoas que quiserem se vacinar contra a covid-19 assinem um termo de responsabilidade, como deseja o presidente Jair Bolsonaro.
No começo da tarde, o dólar e os juros futuros devem a ficar mais sensíveis também às falas do ministro da Economia, Paulo Guedes, e também do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. Guedes participará de um evento online da Conferência de Montreal às 12h30, e de outro, com o presidente do BC, Roberto Campos Neto, da OCDE, às 14 horas. Ontem, a ata do Copom reforçou o comunicado da reunião da semana passada, de que o forward guidance deve ser suprimido em breve e que, mesmo assim, não haverá aperto monetário imediato.
Ontem, o dólar à vista fechou em baixa de 0,66%, cotado em R$ 5,0889, resultado que ampliou a perda acumulada em dezembro para 4,81%. No ano, no entanto, o dólar ainda contabiliza ganho de 26,85% ante o real.

Por Silvana Rocha para Broadcast


RELACIONADOS


Comece seu dia bem informado com nosso Café Com Câmbio de hoje 22/01

As principais notícias que afetam o dólar comercia […] LEIA MAIS


Comece seu dia bem informado com nosso Café Com Câmbio de hoje 21/01

As principais notícias que afetam o dólar comercia […] LEIA MAIS

Recentes


Comece seu dia bem informado com nosso Café Com Câmbio de hoje 22/01

As principais notícias que afetam o dólar comercia […] LEIA MAIS


Comece seu dia bem informado com nosso Café Com Câmbio de hoje 21/01

As principais notícias que afetam o dólar comercia […] LEIA MAIS