Bem-vindo, CITRUS 7
TOTAL TRANSFERIDO BRL 1500,00 ECONOMIZADO BRL 44,00

Saiba como evitar erros e tornar a sua viagem mais barata

21 de junho , 2018 | em Dicas de viagem |

Viajar é sinônimo de curtição, paz e tranquilidade. Porém, quando falamos em conhecer um destino internacional, precisamos estar atentos a inúmeros imprevistos, principalmente financeiros, que podem prejudicar o sossego e a alegria de ir para um novo lugar.

No artigo de hoje, a Meu Câmbio trouxe os cinco erros mais comuns que as pessoas cometem ao programar-se e como evitá-los para tornar a viagem mais barata. Confira!

Optar por períodos de alta temporada

Fugir de meses como dezembro, janeiro e julho, época das férias estudantis, quando há maior procura, certamente o ajudará a garantir uma viagem mais barata, pois você encontrará passagens aéreas, hospedagem e até a moeda estrangeira com valores bem mais em conta.

Mas fique atento: a época de baixa temporada também pode variar de acordo com o país. Para descobrir quando é a baixa temporada do lugar que você pretende visitar, a principal recomendação é observar o calendário local, as características climáticas e se haverá algum evento na cidade que possa aumentar os preços por lá.

Dessa forma, será possível determinar qual a época mais barata para viajar sem muitas surpresas com os gastos e desfrutar de todos os benefícios de fazer uma viagem em baixa temporada.

Não planejar os gastos com antecedência

Antes de decidir qualquer coisa em relação à sua viagem, é preciso sentar e organizar sua situação financeira. Fazendo isso com no mínimo seis meses de antecedência, você terá tempo de sobra para pesquisar e ainda ficar de olho nas promoções, tornando sua viagem mais barata.

Por mais que pareça ser a parte mais chata e complicada, um planejamento prévio acaba com as chances de acontecerem imprevistos capazes de transformar o sonho em um verdadeiro pesadelo.

Sendo assim, sente, calcule e tenha uma visualização geral dos seus gastos. Com isso, você conseguirá, de uma forma clara e precisa, estipular um valor máximo para poder gastar e não ter que se incomodar com esse assunto quando estiver curtindo o destino escolhido.

Deixar a compra da moeda estrangeira para última hora

A compra fracionada tem como principal objetivo a redução do risco dos turistas a grandes variações das taxas de câmbio ao longo do tempo.

Dessa forma, procure definir a quantia que pretende levar e compre a moeda a cada dia ou semana, assim não estará pagando nem seu valor mais alto nem o mais baixo, mas sim o preço médio na sua cotação.

Escolher restaurantes próximos das atrações turísticas

Para garantir uma refeição boa e barata, nada melhor do que fugir da área onde ficam as principais atrações turísticas do país de destino. Se você optar por caminhar pelo menos cinco quarteirões, as chances de encontrar cardápios mais em conta e com sabores tão autênticos quanto os dos restaurantes mais conhecidos são grandes.

Uma boa alternativa para deixar sua viagem mais barata nesse quesito é pedir em seu hotel dicas de cafés, restaurantes e lanchonetes de qualidade e com preços mais baixos que podem ser encontrados na região.

Há também a opção de pesquisar em blogs e sites de viajantes, verificando as sugestões com melhor custo-benefício.

Não prever as taxas e impostos do cartão

Por acharem mais cômodo e prático, muitos turistas optam pelo uso do cartão de crédito durante sua viagem internacional. Porém, o bolso pode apertar no momento em que se recebe a fatura, graças à taxa de 6,38% do IOF que sempre é cobrada e ao valor do câmbio da data de fechamento da fatura, e não do dia da compra.

Ou seja, o imposto do cartão é maior que o pago na compra de dinheiro em espécie nas casas de câmbio, de 1,1%.

Por isso, para não sacrificar o bolso e ter uma viagem mais barata, não tem jeito, é preciso ir pesquisando a cotação e comprando uma boa quantidade da moeda em espécie antes de viajar, deixando o uso do cartão apenas para situações emergenciais ou para o caso de você não ter conseguido adquirir uma quantidade suficiente de dinheiro.

Conte com a Meu Câmbio para comparar preços e encontrar o melhor negócio com as corretoras de câmbio mais seguras do Brasil.

A compra pelo site permite que você escolha fazer a retirada em uma loja parceira, em mais de 130 cidades, ou receber em casa, em mais de 380 municípios.

E aí, gostou de saber como evitar erros e tornar a sua viagem mais barata? Então siga a Meu Câmbio nas redes sociais (Facebook e Instagram) e acompanhe todas as novidades aqui do blog!


RELACIONADOS


O que fazer durante uma longa conexão

Muitas vezes optamos por voos com conexão por conta do preço ou porque, dependendo do destino, é nossa única opção. Mas, logo após a compra da passagem, sempre bate aquela dúvida: o que fazer […] LEIA MAIS


Passaporte e visto: tudo o que você precisa saber

Quando planejamos uma viagem, a primeira coisa que pensamos é “para onde vamos”. Dependendo do destino, também precisamos pensar em quais são os documentos necessários para essa viagem. Mas, u […] LEIA MAIS

Recentes


O que fazer durante uma longa conexão

Muitas vezes optamos por voos com conexão por conta do preço ou porque, dependendo do destino, é nossa única opção. Mas, logo após a compra da passagem, sempre bate aquela dúvida: o que fazer […] LEIA MAIS


Panorama de Mercado

Análise Meu Câmbio Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda a informação que p […] LEIA MAIS