Bem-vindo, CITRUS 7
TOTAL TRANSFERIDO BRL 1500,00 ECONOMIZADO BRL 44,00

Você sabe o que fazer com o dinheiro que sobra da viagem?

23 de agosto , 2018 | em #MeuCâmbio |

Muitas pessoas têm dúvidas sobre o que fazer com o dinheiro que sobra de uma viagem internacional. É preciso trocá-lo por reais imediatamente ou é melhor guardá-lo para uma próxima viagem?

Não deixe o dinheiro na gaveta

Não existe nenhuma restrição legal a guardar moeda estrangeira em casa, porém, se se tratar de uma quantia considerável, o ideal é deixá-la a salvo de assaltos ou furtos à residência. Além disso, as cédulas costumam passar por atualizações de segurança para dificultar a falsificação, e uma nota antiga corre o risco de não ser mais aceita.

É aconselhável guardar o dinheiro apenas se houver planos de fazer uma nova viagem dentro do período de um ano. Como falamos neste post, a melhor estratégia, nesse caso, é comprar a moeda aos poucos, para criar uma taxa de câmbio média favorável, em vez de acabar sofrendo com uma alta nos preços em cima da hora.

O cartão pré-pago

Quem volta de viagem com o cartão pré-pago abastecido não precisa se preocupar com a desatualização da moeda, mas deve ficar atento à taxa de inatividade. Alguns bancos cobram uma pequena tarifa após seis meses de falta de uso do cartão, o que, no decorrer de alguns anos, pode acabar com o seu crédito.

Origem do dinheiro

É preciso comprovar a origem do dinheiro que sobrou de uma viagem feita há alguns anos, na hora de trocá-lo? Esse tipo de dúvida é muito recorrente. A resposta é: depende. Se o valor for de cerca de 2 mil ou 3 mil dólares, não haverá a necessidade de comprovar sua origem, mas, se for algo substancial, o portador do dinheiro deverá apresentar comprovantes emitidos por instituições financeiras de que a quantia foi adquirida nos últimos anos.

Moedas exóticas

Não volte para casa com moedas exóticas. No Brasil, temos o hábito de não usar as moedas, o que faz com que elas acabem se acumulando em bolsas e carteiras. Muitas vezes, isso acontece também nas viagens, e o resultado é uma grande concentração de moedas.

As casas de câmbio não compram moedas, e trocá-las é quase impossível. A dica é fazê-las circular durante a viagem: se você receber o troco em moedas, por exemplo, passe-as para a frente.

Guardar a moeda em casa também não é um bom negócio. Muitos países têm economias instáveis, e você pode acabar perdendo dinheiro.

Venda de moeda

As casas de câmbio têm procedimentos bastante simples para quem quer comprar ou vender moedas estrangeiras. O dólar e o euro são as mais aceitas em qualquer lugar do mundo. Caso sua viagem seja para um país asiático, por exemplo, o ideal é trocar o dinheiro que sobrar ao final por dólar ou euro antes de voltar para casa.

Dúvidas respondidas? Comente aqui embaixo!


RELACIONADOS


5 dicas para viajar com crianças

Quem é que não gosta de viajar com as crianças? Viajar em família é tudo de bom, afinal, conhecer novos destinos inclui construir memórias e viver momentos inesquecíveis. No entanto, muitos pai […] LEIA MAIS


Panorama de Mercado

Análise Meu Câmbio Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda a informação que p […] LEIA MAIS

Recentes


5 dicas para viajar com crianças

Quem é que não gosta de viajar com as crianças? Viajar em família é tudo de bom, afinal, conhecer novos destinos inclui construir memórias e viver momentos inesquecíveis. No entanto, muitos pai […] LEIA MAIS


Panorama de Mercado

Análise Meu Câmbio Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda a informação que p […] LEIA MAIS