Bem-vindo, CITRUS 7
TOTAL TRANSFERIDO BRL 1500,00 ECONOMIZADO BRL 44,00

Voos com conexão: saiba como escolher

04 de julho , 2019 | em #MeuCâmbio |

Para alguns viajantes, voos com conexão podem ser horríveis, mas para outros, o voo com conexão é uma ótima oportunidade para economizar grana, esticar as pernas e até adicionar outra cidade no seu roteiro de viagem.

Para te ajudar na escolha de um voo com ou sem conexão, nós da Meu Câmbio vamos falar um pouco sobre as vantagens e desvantagens dessa escolha.

Quais são os tipos de conexão?

Voos com conexão são quaisquer voos que demandam que os passageiros troquem de avião ou de companhia área em uma parada imediata no meio do caminho para seu destino.

Esse tipo de parada não é mais vista como um incômodo para os viajantes como já foi em outros tempos, inclusive alguns até preferem esse novo jeito de viajar.

Uma pesquisa realizada pela OAG, empresa de inteligência de aviação, apontou que 37% dos viajantes estão dispostos a esperar mais de quatro horas em um aeroporto se for economizar até US$ 200. Já entre a Geração Millenials, esse número sobe para 55%.

Existem dois tipos de voos com conexão. O primeiro é aquele que a própria companhia aérea ou agência de viagem inclui no itinerário de viagem. O segundo é o que você escolhe por conta própria – conhecido também como voo de autoconexão.

Esse voo não está relacionado com qualquer outra passagem que você comprou. Ele está relacionado a quando você compra cada trecho separadamente. Pode parecer que não, mas esse método é bem mais comum do que a gente imagina.

A OAG mostrou que 92% das pessoas consideram sim fazer autoconexão, caso o tempo e a economia de dinheiro valham a pena.

Como planejar sua própria conexão

Muitos viajantes optam pelas conexões para economizar, afinal, uma viagem internacional não é barata, né? Quanto mais puder economizar, melhor. As melhores companhias para voos com conexões são as locais ou low cost. Pesquise as principais empresas aéreas dentro do país que você vai visitar e considere a mais barata.

No entanto, nem tudo são flores. Vale lembrar que, geralmente, essas companhias mais baratas não incluem o despacho de bagagem na hora da compra e nesses casos você terá que pagar um valor a mais para despachar. Nessa hora, vale colocar os custos no papel e ver a opção que vale mais a pena!

Se você precisar despachar sua bagagem na autoconexão, você terá que retirar a mala, sair do aeroporto e retornar para o embarque. Como a reserva foi feita por conta própria, o sistema não reconhece a conexão e, por isso, o procedimento é igual ao dos voos diretos. Essa logística demora um tempo, por isso alguns viajantes, optam por viajar somente com a bagagem de mão.

Não esqueça quando for fazer a reserva dos voos de ficar atento ao código do aeroporto! Algumas cidades tem mais de um aeroporto e, por isso, pode ser que você precise trocar de aeroporto durante a conexão. Se for seu caso, pense nos custos com o transporte adicional (metrô, ônibus, taxi…) aqui vale a mesma regra da bagagem de mão, veja os custos e se realmente valerá a pena.

Quero estender minha escala

Alguns viajantes ficam tentados com a ideia de fazer a conexão para poder acrescentar um destino a mais em sua rota de viagem e conhecer uma nova cidade. Para esse caso, indicamos que você prolongue sua escala por umas horinhas ou até alguns dias. O importante é sair do aeroporto, explorar novos destinos e depois continuar sua viagem numa boa! Adicionando um destino novo ao seu roteiro, você conhece dois lugares pelo preço de um!

A companhia aérea Icelandair é famosa por ter algumas vantagens como o layover e a escala prolongada. A cia aérea permite que os passageiros façam escalas de até sete noites em Reykjavik sem pagar nada por isso. Por conta dessas e outras vantagens que muitos viajantes acabando visitando destinos que antes não visitariam.

Perdi o voo da conexão, e agora?

O tempo limite de conexão varia de aeroporto para aeroporto. No de Paris, Charles de Gaulle, por exemplo, o mínimo para conexão é de 60 minutos dentro do mesmo terminal. Já para Transfers até o terminal três, o tempo é de 90 minutos. O melhor nessa situação é conferir no site do aeroporto o tempo de cada companhia.

Se o voo com conexão que você escolheu for da mesma companhia aérea ou agência de viagem e você perder o segundo trecho, na maioria das vezes a própria empresa resolve isso para você, te encaixando em voos próprios ou de companhias parceiras.

Agora, se você comprou os trechos separadamente que são os voos de autoconexão, não é possível obter o reembolso. Por isso, planeje muito bem o tempo mínimo entre as conexões e evite correria e estresse.

Depois de nossas dicas, você está preparado para planejar muito bem seu voo com conexão e é hora de planejar sua compra da moeda estrangeira. A Meu Câmbio tem mais de 18 tipos de moedas estrangeiras e com as melhores taxas.


RELACIONADOS


Panorama de Mercado

Análise Meu Câmbio Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda a informação […] LEIA MAIS


Dicas para quem vai viajar sozinho pela primeira vez

Para quem nunca viajou sozinho, é normal que surjam dúvidas na hora de planejar uma viagem. Elaborar um roteiro, reservar hospedagem e passagens com antecedência são etapas essenciais para via […] LEIA MAIS

Recentes


Panorama de Mercado

Análise Meu Câmbio Acompanhe semanalmente a evolução do preço do dólar, euro e saiba tudo que pode influenciar o preço das moedas. Com a Meu Câmbio você tem acesso a toda a informação […] LEIA MAIS


Dicas para quem vai viajar sozinho pela primeira vez

Para quem nunca viajou sozinho, é normal que surjam dúvidas na hora de planejar uma viagem. Elaborar um roteiro, reservar hospedagem e passagens com antecedência são etapas essenciais para via […] LEIA MAIS